Últimas Notícias
recent

Debate Nerd Ciência #18 - O homem veio do macaco? A origem do homem!

Ola, Olá Nerds!

Hoje vamos tratar de um assunto muito polêmico! A Evolução!



Em algum momento da nossa vida ouvimos a frase "O homem veio do macaco", a maior parte da população do Brasil é religiosa e ataca vorazmente qualquer pessoa que pronuncie esta frase, eu mesmo já o fiz diversas vezes. Então no Debate  Nerd Ciência de hoje vamos abordar esse assunto, não só de maneira científica mas dando uma pincelada teológica e tentar conciliar essas duas visões (se é que isso é possível).

Então,sem mais delongas, vamos ao assunto!

Primeiramente, precisamos entender que a frase "o homem veio do macaco" é falsa, entretanto não é por isso que a teoria da evolução cai por terra. Embora não haja comprovação irrefutável de que a teoria da evolução está correta, ela é a mais aceitável entre todos os cientistas modernos, por ser a mais obvia, li uma ilustração interessante uma vez (infelizmente não lembro onde) e vou trazer para vocês agora:

"Um rapaz em um banco de uma praça observava um mendigo na rua, todo sujo e com fome, olhando a vitrine de uma confeitaria, que exibia um pão doce, grande, quentinho e suculento. Do lado do mendigo tinha uma pedra. O rapaz se distraiu com uma moça bonita que passava e de repente ouve um grande barulho. Quando olha novamente em direção a confeitaria vê a vidraça destruída, percebe que a pedra está dentro da vitrine, nota que o pão sumiu e que o mendigo está correndo"

bom, qual o raciocínio mais lógico que o rapaz teve?

1 - a pedra teve vontade própria e se jogou na vidraça com tanta força que desmaterializou o pão, o mendigo, assustado, saiu correndo.

2 - A vidraça estourou por conta do calor emitido pelo pão, que foi feito em pedaços por conta dos estilhaços de vidro, o mendigo vai fazer cooper usando a pedra como peso.

3 - O mendigo pega a pedra, destrói a vidraça da vitrine, rouba o pão e sai correndo.

o mais obvio e lógico é a alternativa 3, e é dessa maneira que os cientistas pensam, não comprovam a teoria da Evolução, mas ela é a mais obvia de ter acontecido, até por conta das evidências arqueológicas encontradas.

Para os cientistas, o homem não veio do macaco, aliás essa informação é falaciosa, porém os cientistas acreditam que ambos tem um ancestral comum, o que popularmente é conhecido como "O Elo Perdido". A partir daí as espécies se dividiram e tomaram rumos evolutivos diferentes, desse modo, um chimpanzé nunca irá evoluir para um ser humano, não importa quanto tempo passe, por isso existem macacos no dia de hoje, primeiro devido ao fato do homem não ter vindo deles e segundo porque eles seguiram rumos evolutivos diferentes.

A evolução pode ser entendida como adaptabilidade ao sistema, seja ele qual for, habitat, sociedade ou qualquer outra coisa que necessite de uma adaptação ao ambiente no qual está inserido. Essa adaptabilidade pode ser de dois modos, seleção natural, ou seja, quem não se adaptou morre, como propôs Darwin, ou por reprodução, ou seja, quem transou mais continua existindo, pois com o aumento de sua espécie, sobressai aos demais. E se pararmos para pensar nessa questão da adaptabilidade, a ideia de evolução faz mais sentido. Se olharmos hoje, poderemos perceber algumas mostras de adaptabilidade, por exemplo: Pessoas que nascem em lugares com menor incidência de luz solar e, por consequência, mais frios, tendem a ter menos quantidade de melanina em seus corpos (vide norte da Europa), em lugares onde há maior incidência de luz solar e, portanto, maior calor, as pessoas nascem com maior quantidade de melanina, (vide Africa, principalmente a região central), quem nasce em regiões mais frias, tende a ter o corpo mais peludo do que pessoas que não nascem nessas condições. Viram? adaptabilidade!

A grande maioria dos cientistas aceitam o Australupthecus como o hominídeo mais antigos, ou seja, este seria o parente mais antigo do homem moderno,

Australupithecus
Entretanto, em 2001, foi encontrado um fossil que ficou conhecido como "o Homem de Sahel" ou Sahelanthropus tchadensis, embora não seja amplamente reconhecido, a comunidade científica ja o aceita razoavelmente bem, sendo considerado como possível elo perdido entre nossa linhagem e a linhagem dos chimpanzés.


Homem de Sahel
Depois do Australupthecus, entende-se que veio o Homo Habilis, Homo Erectua, Homem de Neandertal até chegar ao Homo Sapiens Sapiens, que somos nós

Homem de Neandertal
Segundo a ciência essa é a trajetória até chegar ao homem moderno, obviamente, o assunto aqui não está esgotado, para isso precisaríamos de centenas de livros e, na verdade, temos apenas essas poucas linhas disponíveis.

Você pode dizer: "Raphael, não acredito em nada disso,  porque sou religioso (independente de qual) e lá eu aprendi diferente, e o que você está dizendo vai contra o que aprendi, pois aprendi que o homem foi criado por Deus". Eu digo que está tudo bem, fé é questão de foro íntimo e respeito a sua.

Entretanto, posso dizer que também sou religioso (cristão protestante, como afirmo em meu perfil) e não penso que a teoria da evolução vá contra o criacionismo (pensamento teológico que diz que Deus criou todas as coisas em 7 dias). Na verdade, entendo que ambas andam juntas! Uma não contradiz a outra. Mas antes de querer entender isso, é preciso haver uma quebra de paradigma, se despir da sua religiosidade, que pode ser nociva e se transformar pela renovação da sua mente (como Paulo afirma em Romanos 12:2).

Preparado? Então vamos lá!

Primeiro, precisamos entender que Genesis 1-11 é puramente linguagem mítica, mas isso não quer dizer que o que está narrado lá seja apenas historinha, mas o formato do texto é linguagem mítica. Vou exemplificar: Quando uma criança pequena pergunta aos pais como ela nasceu, normalmente se diz que o papai plantou uma sementinha na mamãe, dai essa sementinha cresceu e virou a criança. Obviamente essa linguagem não é científica, mas não deixa de elucidar, de maneira coerente, todo o processo. A linguagem mítica surge da tentativa do homem de querer explicar tudo, esse tipo de linguagem além de explicar, também é lúdica. Mas aqui entra a fé. Fé em crer que Deus utilizou esta alternativa por ser o modo de compreensão mais simples, até porque, mesmo sendo linguagem mítica, a precisão da narrativa bíblica com as descobertas da ciência é impressionante. Vou mostrar:

Em Genesis, Moises afirma que a terra era sem forma e vazia, a ciência diz que a Terra, inicialmente era uma núvem de poeira, depois se condensou em rocha derretida, ou seja era sem forma e vazia.

A narrativa continua, dizendo que o Espirito de Deus se movia sobre a face das águas, a ciência diz que para que houvesse vida neste planeta, primordialmente teria que haver água!

Continuando, percebe-se que foi feita a separação entre luz e trevas, ou seja, a terra em orbita ao redor do sol

Mais adiante, vemos surgir a vida,  primeiramente plantas. A ciência diz o mesmo, logo em seguidas, animais aquáticos e a ciência diz o mesmo. Depois, animais terrestres e a ciência diz exatamente a mesma coisa. Por ultimo, vem o homem! E a Ciência diz a mesma coisa!

Obviamente estou fazendo uma leitura um tanto simplista, passando apenas pelos pontos de convergência, por ser linguagem mítica, não dá pra querer que siga tudo ao pé da letra. Além disso, existe o elemento fé, natural de quem é religioso.

Como ultimo recado digo, quem é religioso, respeite a ciência, eles não estudaram tanto para contar mentiras e quem é ateu, respeite a liberdade religiosa de todos.

bom vou ficando por aqui, até quarta feira que vem no proximo Debate Nerd Ciência.

Raphael

Raphael

Sou marido, pai, filho, pensador, psicologo (não por formação, mas por maioria de votos), NERD (e tenho orgulho disso), curto animes, mangás, HQs, séries, filmes, livros, vídeo-games, enfim, Nerd com "N" maiúsculo, curto heavy metal, power metal, metal progressivo. Sou cristão protestante e fé é questão de foro íntimo, respeite isso. Meus blogs são: vossavateologia.blogspot.com.br www.debatenerd.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.