Últimas Notícias
recent

Debate Nerd Ciência #19 - Alquimia

Olá, Olá Nerds!

Antes de mais nada, peço desculpas a vocês, pois esse texto era pra ter sido publicado ontem, mas tive alguns problemas e não consegui.


Bom, estava fazendo uma maratona de Fullmetal Alchemist e pensei, "por que não fazer um DN Ciência sobre alquimia?", daí eu mesmo respondi, "oras, porque alquimia ter mais a ver com filosofia e antropologia do que com ciência", mas existe muita ciência por trás dela, muito experimento químico, um pouco de física e por aí vai, então, decidi trazer para vocês este assunto, espero que gostem.

A Alquimia, como já disse acima, tem um caráter mais filosófico e antropológico, do que científico, mas graças a ela, tivemos muitos avanços, principalmente em relação a medicina, principalmentepor causa de Philippus Aureolus Theophrastus Bombastus von Hohenheim (pra quem gosta de FMA, esse nome soa familiar?), que é mais conhecido por seu apelido Paracelso.

Paracelso é considerado um dos pais da bioquímica e teve grande contribuição na fabricação de fármacos.

Os alquimistas eram motivados por quatro coisas: Transformar metais inferiores em ouro, conseguir o elixir da vida (um remédio que pudesse curar todas as doenças e trazer longevidade a quem o bebesse), criar uma forma de vida humana artificial (o homúnculo) e enriquecer de maneira facil (talvez o único objetivo que não fosse filosófico).

Aqui entra um pouco de ciências, pois hoje sabemos que é possível transformar um metal em outro (embora seja muito caro e nada compensatório). Os estudiosos dizem que na verdade esta é uma metáfora para a transformação do homem. Pessoas ignorantes (ou seja,  metal inferior), através do caminho do conhecimento (alquimia) se transformam em pessoas cultas e sábias (o ouro). Ok, essa é a filosofia por trás da alquimia, entretanto sabemos hoje, que TODOS os átomos provém do hidrogênio, isso mesmo, TODOS, sem exceção. Eles se transformam no que conhecemos hoje graças a fusão atômica. O Sol, nossa amada estrela, faz essa fusão todos os dias, alias, esse é um dos fatores determinantes para sabermos a idade das estrelas, ou seja, sabemos a idade estelar pela quantidade de hidrogênio que ainda resta nela, Ou seja, o sol vai fundindo todo hidrogênio que vai se convertendo em Helio, que vai se convertendo em Lítio e por aí vai,.. Dessa maneira é possível que o Ferro (que tem 26 elétrons), um dia chegue a ouro (que tem 79)

Com relação ao elixir da vida, com o conhecimento que temos hoje, sabemos que é impossível, mas aqui também está um pensamento filosófico. O elixir da vida, mais do que um remédio, é a própria purificação espiritual, para que seu espírito seja longevo e que possa realizar a "Grande obra de todos os tempos", que também pode ser entendido como ser e fazer coisas tão relevantes que sua memória resista através dos tempos e você seja lembrado por todos, mesmo tendo passadas muitas gerações de sua morte. Devido a busca do elixir da vida, tivemos muitos avanços na descoberta de remédio e curas para diversos males.

representação do Homúnculo.


O terceiro objetivo, que é criar vida humana artificial, vem pela necessidade de explicar a origem da vida, chegaram a usar sêmen humano, inserido em um ovo de galinha lacrado com sangue de menstruação. Alguns alquimistas acreditavam ainda que na verdade já existe um "homem completo" dentro do sêmen e que a concepção é o ato de passar este homenzinho (homúnculo) para dentro mulher para que crescesse.  Essa necessidade voraz de tentar explicar a origem da vida, fez com que Anton van Leeuwenhoek observasse um espermatozoide via microscópio e, quando viu as organelas e o acrossomo, entendesse que viu o homúnculo. O homunculo também pode se originar de uma tradição judaica, que se encontra na cabala, onde é possível dar vida a um ser inanimado, o Golém.

Quanto ao quarto objetivo, bem, pergunte a qualquer um se gostariam de enriquecer facilmente...

"Tudo bem Raphael, você falou os aspectos filosóficos, alguns científicos, mas e a pedra filosofal? e a lei da troca equivalente? e os círculos de transmutação?

Bom, vamos falar sobre isso agora,

A pedra filosofal era uma substância mística que poderia transformar qualquer metal em outro e poderia facilmente criar o elixir da vida, Diz a lenda, que Nicolas Flamel, um grande alquimista, tinha a pedra filosofal e que ela era a fonte de sua riqueza. Após sua morte, sua casa foi saqueada e adivinhem... Nada foi encontrado. Mas vamos pensar do ponto de vista folosófico, se a pedra filosofal poderia ser a fonte de grande riqueza (transformar metais inferiores em ouro) e fonte do elixir da vida (que pode ser entendido como a longevidade memorial da pessoa), então a pedra filosofal pode ser entendida como O Prórpio Conhecimento!

Quanto a lei da troca equivalente, os alquimistas entendiam que toda troca deveria custar a mesma coisa para as duas partes, entendiam ainda que essa era a forma do universo trabalhar, afinal tudo aquilo mantinha-se em equilíbrio, logo, tratava-se de trocas equivalentes que eram feitas, dessa maneiras as coisas se manteriam íntegras e justas. De certo modo, eles até tem razão, embora toda essa estrutura universal esteja funcionando por conta da conservação da energia, todas as estruturas dependem umas das outras. Entretanto, os alquimistas entendiam que isso se dava, inclusive no âmbito das relações humanas, se alguém te fizesse mal, também ia receber o mal, e você em um dado momento da vida, iria receber alguma coisa boa que recompensasse pelo mal sofrido. Embora a tendencia da vida seja o equilíbrio, como você pode observar no Nerdologia 114, isso não acontece pela troca equivalente, mas sim pela adaptabilidade do ser humano.

Ouroboros


Por fim, falemos dos círculos de transmutação, ou círculos alquímicos. nada mais são do que simbolos utilizados para realizar a tentativa da transmutação, os objetos eram colocados no centro desse círculo  e, deste modo, era feito o procedimento alquímico, obviamente, há aí também uma percepção filosófuca disso, que é a eternidade, um círculo não tem começo e nem fim, é o que eles chamam de eterno retorno, ou seja, tudo volta para o mesmo lugar indefinidamente. Muitas vezes é representado pela Ouroboros, que é a figura de uma serpente mordendo sua propria cauda.

 Bom, é isso por enquanto, obrigado pela leitura e até quarta-feira que vem no proximo Debate Nerd Ciência
Raphael

Raphael

Sou marido, pai, filho, pensador, psicologo (não por formação, mas por maioria de votos), NERD (e tenho orgulho disso), curto animes, mangás, HQs, séries, filmes, livros, vídeo-games, enfim, Nerd com "N" maiúsculo, curto heavy metal, power metal, metal progressivo. Sou cristão protestante e fé é questão de foro íntimo, respeite isso. Meus blogs são: vossavateologia.blogspot.com.br www.debatenerd.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.