Últimas Notícias
recent

Debate Mitológico #1 - Japão - Izanagi e Izanami

Olá Nerds!

Hoje apresentamos um novo quadro para vocês aqui no site, o Debate Mitológico. Nele vamos falar de diversas mitologias pelo mundo, focando mais em seus Deuses principais e pincelando uma coisa ou outra sobre demais personagens.

E para não começarmos com mitologia Grega que já está quase que na ponta da língua de muita gente rsrs, vamos começar pela mitologia Japonesa, e hoje vamos falar sobre a criação e os primeiros Deuses.

Deuses Primordiais - Origem do Céu e da Terra

Nos mais antigos tempos, o céu e a terra eram uma mistura, como se tivessem sido unidos ao longo dos séculos. O Silêncio que imperava foi quebrado de forma repentina, onde os sons produzidos eram do movimento das partículas. Assim, a luz e as partículas mais céleres se elevaram, mas nem todas conseguiram acompanhar sua ascensão, dessa forma, a luz acumulou-se na parte superior do universo, e abaixo dela as partículas formaram em primeiro lugar as nuvens e depois o paraíso chamado Takamagahara ( planície dos céus elevados ) e bem abaixo as partículas remanescentes em uma massa informe, foi chamada de terra.

Com o surgimento do Céu e da Terra, divindades surgiram em Takamagahara, com os nomes de; Ame-no-mi-Naka-Nushi-no-Kami ( Senhor do Esplêndido Centro do céu ),  Taka-mi-Musushi-no-Kami ( Divindade da Esplêndida Energia Vital ) e Kami-Musushi-no-Kami ( Deus da Energia Vital ) As três divindades formadas de forma repentina se ocultaram. De outro lado, enquanto o mundo se movia, surgiu algo parecido com um broto de bambu; Umashi-ashi-kabi-hikoji-no-kami ( O Antigo Príncipe do Encantado broto de Bambu) e Ame-no-toko-tachi-no-kami ( O que se Mantêm Eternamente no Céu ) , as duas divindades, formadas de forma espontânea também se ocultaram. Com as outras três iniciais, formam as "Divindades Celestiais Primordiais" .


Izanagi e Izanami


Izanagi e Izanami

Após a criação do mundo, o céu e a terra eram uma única massa uniforme que não havia sido terminada. Os Deuses primordiais criaram dois novos Deuses, Izanagi e Izanami, que foram encarregados de criar novas terras e para ajudá-los na tarefa, eles receberam a Ame-no-nuboko ( Sagrada Lança ).


Ame-no-nuboko

Com a lança empunhada, Izanagi e Izanami agitaram o oceano em meio ao caos que se encontrava, e ao levantar a lança, as gotas que caiam da lança formaram a primeira terra firme, Onogoro-Shima ( Espontaneamente Coagulada ). após a formação da ilha, os dois Deuses desceram do céu, construindo um altar chamado Yashidono uma coluna chamada Ama-no-me-hashira e ao redor dela uma sala.

Os dois resolveram se casar e procriar para assim criarem novas terras, realizando uma cerimônia para celebrar o casamento. Durante a Cerimônia, Izanami se pronuncia primeiro "Que prazer encontrar tão formosa e jovem terra" , elogiando Izanagi, que então responde "Que prazer encontrar tão linda criação" .

Após a cerimônia, eles decidiram procriar e tiveram o primeiro filho, Hiruko ( Menino sanguessuga ) , nascendo deformado, puseram o jovem em uma barca para ser levado pela correnteza. Depois nasceu Ahashima ( Ilha de espuma ) , porém, deformada também. Ambos não foram considerados filhos legítimos pelos dois Deuses, que resolveram indagar os Deuses primordiais, indo até Takamagahara.
Os Deuses primordiais então disseram o motivo de seus filhos terem nascidos deformados, pelo fato de Izanami ter falado primeiro do que Izanagi durante a cerimõnia, seus filhos nasceriam deformados ( na cultura antiga, as mulheres só podiam falar após os homens e nunca podiam andar ao seu lado, sempre atrás ).

Hiruko sendo levado

Tendo suas perguntas respondidas, Izanagi e Izanami voltaram ao Onogoro-Shima e fizeram um nova cerimonia, desta vez, Izanagi se pronunciando primeiro, e após isto, começaram a procriar e deram vida as oito ilhas do Japão, e criaram também Deuses e Deusas que representariam diversas partes do continente, como vales, cachoeiras, montanhas, etc.

Durante o nascimento do último filho, Kagutsuchi o Deus do fogo, Izanami teve seu corpo severamente queimando, ferindo-a mortalmente. Izanagi ao ver sua esposa morrer, ficou insano e tomou em suas mãos a espada de dez palmos e assassinou Kagutsuchi, que com seu sangue tocando terra e mar, geraram oito Deuses. Depois disso, Izanagi dividiu o corpo do filho em oito partes gerando outros deuses menores. Da agonia de Izanami e das lágrimas de Izanagi mais deuses foram criados, encerrando assim a criação do mundo, segundo a crença shintoísta.
Após morrer, Izanami foi enviada para o Yomi, ou Yomi no Kuni ( Mundo das trevas ) local onde os espíritos vão para o repouso eterno.


Yomi no Kuni

Inconformado com a sua perda, Izanagi decide ir atrás de sua amada, e parte rumo aos portões de Yomi no Kuni. Chegando a seu destino, Izanagi é recebido por Izanami, que se oculta nas sombras, Izanagi então se pronuncia, "Oh minha esposa, os países que criamos ainda não estão concluídos! é preciso que retorne." Izanami responde das sombras " É triste que não tenha vindo antes, pois já comi do fruto do País das Trevas, sem dúvida eu gostaria de voltar, vou consultar-me com as divindades do País das trevas, de modo algum deve me ver!" e assim, voltou para dentro dos portões de Yomi no Kuni.

Cansado de esperar Izanagi adentra os portões em busca de sua amada, e ao encontrá-la descobre a verdade por Izanami se esconder nas sombras, sua bela amada agora era um cadáver putrefato, coberto de vermes, momento no qual dava luz a outros Deuses, incluindo o Deus do trovão, Raijin. Izanagi aterrorizado com o que viu corria em direção a saída de Yomi no Kuni, Izanami envergonhada cobre-se e ordena as Yomotsushikome ( espíritos hediondos femininos do submundo ) que perseguissem seu esposo.

Izanami

Izanagi consegue despistar as Yomotsushiukome jogando sua presilha no chão que se transformara em brotos de bambu, fazendo elas brigarem entre si pelos brotos. Irada por Izanagi não ter respeitado os seus desejos, Izanami envia o Deus do trovão e um exército de mil e quinhentos guerreiros do Yomi no Kuni. De nada adiantou, Izanagi conseguiu escapar de Yomi no Kuni e selou a entrada com uma gigantesca pedra, prendendo Izanami para sempre, mas antes, Izanami surge diante de Izanagi e o ameaça, " Se continuares com este comportamento, estrangularei e matarei mil homens por dia em tua terra" Izanagi retruca " E em troca mil e quinhentos homens nascerão em minha terra" , sendo consideradas estas palavras uma alusão ao ciclo de vida e morte da humanidade.


Izanagi

O nascimento da Divina Trindade

Ao retirar do Yomi no Kuni, Izanagi sentia-se imundo por causa do seu contato com os mortos, e decide banhar-se para se purificar, realizando o Misogi ( Cerimônia Xintoísta da purificação ). Enquanto se banhava no rio Ahakihara, de suas vestes colocas no leito do rio nasceram deuses e deusas, tanto do bem como do mal.

Por fim, de se último ato de purificação, ao limpar seu rosto, nasceu a Divina Trindade, de seu olho esquerdo nasceu a Deusa suprema do Xintoísmo, Amaterasu-no-Mikoto ( Divindade do Sol ) do olho direito nasceu Tsuki-Yomi-no-Mikoto ( Divindade da Lua ) e de seu nariz Takehaya-Susanoo-no-Mikoto ( Divindade dos Mares ).

Izanagi então se ergue e proclama "Eu, dando origem filho após filho, apenas na última geração obtive resultados louváveis" e decide dar uma tarefa a cada um.

"Amaterasu-no-Mikoto, que tu governe a planície dos altos céus" e entregou a ela o colar que de jóias que usava.

"Tsuki-Yomi-no-Mikoto, que sua venerável pessoa governe o reino da noite"

"Takehaya-Susanoo-no-Mikoto, que sua venerável pessoa governe as planícies das águas"

Após alguns acontecimentos envolvendo a Divinda Trindade ( falaremos deles em outro post ) Izanagi enfim termina sua jornada de criação e decide repousar na ilha Ahaji.


Susanoo, Amaterasu e Tsukiyomi


As informações deste artigo foram retiradas do livro Kojiki ( Registro de assuntos antigos ) ele é considerado o mais antigo impresso existente sobre a história religiosa do Japão. Depois dele tivemos o Nihon Shoki ( Crônicas do Japão ) existe muita divergência entre os dois, antão vamos nos basear apenas no primeiro.

Curiosos para saber o que acontece com a Trindade Divina? não percam nossa próxima postagem.
Espero que tenham gostado deste novo quadro, deixem nos comentários sugestões, críticas e se acharam alguma divergência não deixem de nos informar.



Christopher Cezário

Christopher Cezário

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.