Últimas Notícias
recent

Crítica - Kingsglaive: Final Fantasy XV

Olá, Olá, Nerds!

Assistimos Kingsglaive: Final Fantasy XV e o filme não desaponta!
Kingsglaive: Final Fantasy XV
Essa analise não tem spoilers,  então podem ler sem medo pessoal!

Dirigido por Takeshi Nozue e escrito por Takashi Hasegawa, o filme é baseado no mundo e história do game Final Fantasy XV. Kingsglaive foi desenvolvido principalmente pela Visual Works e a Square Enix, sendo lançado nos cinemas japoneses em julho de 2016 e recebendo um lançamento limitado na América do Norte a partir de agosto. Versões físicas e digitais foram lançadas em outubro para coincidir com a estreia de Final Fantasy XV.

Kingsglaive: Final Fantasy XV
Kingsglaive se passa antes e em alguns momentos paralelamente aos eventos do jogo Final Fantasy XV, a trama se passa no mundo de Eos que é dividido em várias nações, as quais antigamente costumavam possuir cristais mágicos, porém apenas o Reino de Lucis foi capaz de manter o seu com a dinastia Caelum, usando-o para se defender de seus invasores através de uma barreira mágica. O cristal é tradicionalmente tratado como um presente dos deuses e mantido em uma câmara especial dentro do palácio real, mantendo um poder mágico acessado apenas através do Anel de Lucis, que foi passado adiante na linhagem de reis de Lucis.

Kingsglaive: Final Fantasy XV
 A história foca nos acontecimentos ao redor do rei Regis Lucis Caelum CXIII e nos Kingsglaive, uma guarda de elite que compartilha os poderes mágicos do rei e que protege o Reino de Lucis e seu cristal mágico dos avanços do Império de Niflheim. Regis acaba aceitando um tratado de paz com seu inimigo depois de várias derrotas no conflito, com um dos termos sendo o casamento de seu filho príncipe Noctis com a princesa Lunafreya Nox Fleuret de Tenebrae. O tratado mostra-se na verdade uma artimanha para permitir a invasão de Niflheim, com o soldado Nyx Ulric da Kingsglaive ficando com Regis e Lunafreya em uma batalha para proteger o futuro de Lucis. Vale lembrar que o filme foi feito como parte da expansão multimídia chamada "Final Fantasy XV Universe" para que assim não houvesse a necessidade de desenvolver sequências ao jogo original.

Kingsglaive: Final Fantasy XV
A animação do filme está excelente não deixando nada a desejar em relação ao Advent Children (Final Fantasy VII) que para muitos é a melhor animação da franquia já feita. A historia é envolvente e mesmo que você não conheça aquele mundo, não tem problema, pois o filme apresenta aquele universo de forma dinâmica e bem assertiva. Os personagens são bem carismáticos, sendo que os personagens principais são bem trabalhados, você consegue entender o porque deles terem  as suas respectivas posturas em relação a guerra e com seu dever, com algumas exceções.

Kingsglaive: Final Fantasy XV
Confira o trailer de Kingsglaive: Final Fantasy XV:


Kingsglaive: Final Fantasy XV cumpre muito bem seu papel, já que ele expande o universo do game, apresenta aquele mundo para o público novo e deixa aquele gosto de quero mais. Os fãs da franquia que já estão ansiosos para jogar o novo game vão enlouquecer  após assistir o filme para querer jogar logo o game e quem não estava tão entusiasmado com certeza com esse filme vai querer jogar  Final Fantasy XV o quanto antes.

Final Fantasy XV
Final Fantasy XV será lançado em 29 de Novembro para Xbox One e PlayStation 4.



Iran Tomas Neto

Iran Tomas Neto

Jamais caia, roube, engane ou beba. Se for cair, que seja nos braços de seu amor, se for roubar, roube boas amizades, se for enganar, engane a morte e se for beber, beba nos momentos de tirar o seu fôlego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.