Últimas Notícias
recent

The Flash Episódio 16 Temporada 4 Resumo

Por: Hélder Miranda- Brincadeira tem hora, brincadeira tem hora... é meus amigos, o tão aguardado episódio raiz da temporada, finalmente chegou, Íris West, é definitivamente a nova velocista da série, pelo menos foi por alguns minutos, falo isso, porquê felizmente, houve certos encaixes antes da história de terror, se iniciar de fato (em relação a ser um episódio raiz... é uma raiz podre). Tudo bem, pode ser que eu esteja exagerando, e por motivos pessoais, julgue mal as ações da personagem... reformulando... dos produtores, mas, sabem o que é mais louco?? É que eu não estou... todos os meus argumentos, serão explorados pelos meus próprios pontos de vista (que é basicamente, o que eu já faço normalmente... relevem). Com base nessas informações, vamos parar de enrolação e começar logo as análises, sem mais delongas então, bora lá.

Nem vou me estender tanto, sobre as explicações do episódio (que nesse caso, me refiro ao andamento padrão dos acontecimentos). Tudo foi criado, em uma linha simples e mal trabalhada sobre diversos pontos, todas as ideias plantadas no episódio, seguiam migalhas de seus antecessores, parecia mais, que os produtores, apenas queriam nos chatear (realmente, essa era a maior impressão), afinal, não dava pra notar nenhum esforço da equipe técnica, sinceramente, da parte dos envolvidos, foi um material bem abaixo do esperado (na verdade, eu já esperava que fosse esse fiasco). O pior de tudo, é que se tivessem pensado direito e colocado a mão na massa, poderia sim, ter saído algo bacana (é...poderia), infelizmente (ou felizmente, depende da definição de cada um), por vários fatores, Íris não é "a" personagem que consegue sustentar sozinha um episódio, prova disso, foram todas as outras cenas que não compartilhavam a presença da garota, nesses momentos particulares, aparentava ser outro material completamente diferente, não melhorado, mas um pouco menos ruim (será que foi pesado... acho que não), em outras palavras... ela não serve para protagonizar... e nem merece ser chamada de Flash, mesmo com a tentativa dos produtores, querendo enfiar o pensamento goela baixo (exatamente, Íris não é o Flash, entenderam??) brincadeira...

Ralph, Ralph, Ralph... o que falar de você... na verdade, o que não falar de você. Eu definitivamente não entendo a lógica dos produtores da série, eles terminam o episódio anterior, inspirando um de seus heróis (desculpem... o episódio do qual estou me referindo, é o anterior ao episódio passado), voltando... mas quando chegam no próximo, regridem o personagem novamente (por favor... parem que já está ficando chato), fizeram uma mensagem bacana, com um fechamento interessante, e logo depois, deixaram cair no esquecimento... como se nada tivesse acontecido, parece que de fato, querem retornar para os tempos de críticas negativas, só pode, particularmente, não consigo pensar em mais nada, além disso.

Pra ninguém ficar falando, que eu só citei os pontos negativos do episódio (fazer o que, se só tinham eles), vou detalhar um pouco, o andamento do material, até porquê, como um todo, o episódio não conseguiu alcançar nada satisfatório, então nem vale ficar favorecendo, um projeto que não deu certo (caso tenha alguém, que se identificou com o episódio, nada contra, beleza? opinião serve para ser respeitada, mas, sinceramente... os produtores fizeram definitivamente uma mistura ruim, com elementos ruins... e claro, colocaram uma protagonista sem carisma nenhum, tentando provar algo que as pessoas não queriam ver... antes de encerrar este comentário, vale dizer que... a ideia do episódio tentar justificar as ações de Íris, no time Flash, logicamente nem fazem sentido algum, pois como ela mesma diz, a personagem deixou o seu emprego de lado, só pra ficar no laboratório auxiliando seus colegas "trabalho esse, que já tem gente até de mais fazendo", então mais uma vez, eu afirmo... nada apresentado ali, valeu realmente a pena,  esqueçam). Agora focando no resumo dos acontecimentos... Íris adquiri os poderes, por causa de um (mesma história de sempre... alguma pessoa faz a troca), novo meta, depois do ocorrido, ela lida com alguns certos problemas  (se ferra em um deles), mas no fim das contas, a mensagem do episódio precisava aparecer... sendo assim, ela resolve o transtorno e prova ser capaz... blá, blá, blá (nada de novo, vamos para o próximo??) Um fato curioso, é que em nem um momento, seus outros amigos "heróis", ajudam a moça nas missões (outra opção lógica... tudo bem, que a ideia dos produtores era outra, mas eu estou falando de lógica), sendo que, com o próprio Barry, essa mão amiga sempre se fazia presente (a não ser que eles estivessem querendo ela morta, será??) Acho que não... mas já imaginaram?? Claro que é só brincadeira pessoal.

E é isso pessoal, se gostaram do resumo e querem ver outros aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, até a próxima.


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.