Últimas Notícias
recent

Tomb Raider: A Origem - Lara Croft chega eletrizante!! - Crítica sem spoiler



Olá, olá Nerds! Assisti ao filme Tomb Raider: A Origem e querem saber? Eu gostei!

Sinceramente, tenho muitos problemas com filmes de ação, geralmente abusam da suspensão voluntária da descrença, tem roteiro fraquíssimo, com muitas falhas, descompromissado e este filme de Tomb Raider não é diferente. As situações-problema do filme insultaram minha inteligência e o roteiro é tão fraco que quase tudo é pautado pelos clichês de sempre: Chão que cai, pedra que rola, quebra-cabeças desnecessários, vencer a correnteza de um rio que acaba em uma cachoeira gigante e por aí vai...

Mas quer saber? É um filme de ação, então DANE-SE! O que um espectador quer ver em um filme desses é a ação e não se o roteiro é maduro! E isso tem de sobra! Ação bem feita!!



O único problema que encontrei nas cenas de ação do filme é que em momento algum eu me preocupei de fato com Lara Croft. Ok, sei que ela é a protagonista, mas seria interessante se preocupar com ela ou com os que a rodeiam, por exemplo em Em Indiana Jones e a Ultima Cruzada, eu realmente fiquei preocupado que Henry Jones (Personagem de Sean Connery) morresse, isso não me aconteceu em momento algum neste filme, você não se importa muito com Lara ou os que a cercam.

Independentemente disso, a atriz Alicia Vikander entrega um excelente trabalho. O que eu mais gostei nessa nova Lara Croft foi que ao invés de simplesmente ser destemida (como acontecia muito com Angelina Jolie, Vikander entregou uma protagonista que tem medo, mas tem a coragem necessária para tentar. Isso ficou muito bom e, ao meu ver, a fez ser a melhor atriz que interpretou a personagem.

Outro que também foi muito bem, apesar do fraco roteiro, foi o ator Walter Goggins no papel de Mathias Vogel, o vilão do filme, ele consegue trazer a tona a psicopatia do personagem, embora a motivação tenha me parecido um tanto fraca no fim.


No quesito "aproximação do jogo",talvez seja o filme mais fiel à franquia, cheio de Easter Eggs e referências, vai satisfazer a voracidade dos gamers fãs da série.


Tomb Raider: A Origem não é uma obra prima, não desafia o espectador, não tem um roteiro primoroso, mas entrega uma diversão honesta e o filme mais fiel ao game.

Se o Debate Nerd recomenda? Sim, mas só se você for fã de filme de ação.


Raphael

Raphael

Sou marido, pai, filho, pensador, psicologo (não por formação, mas por maioria de votos), NERD (e tenho orgulho disso), curto animes, mangás, HQs, séries, filmes, livros, vídeo-games, enfim, Nerd com "N" maiúsculo, curto heavy metal, power metal, metal progressivo. Sou cristão protestante e fé é questão de foro íntimo, respeite isso. Meus blogs são: vossavateologia.blogspot.com.br www.debatenerd.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.