Últimas Notícias
recent

Violet Evergarden Episódio 11 Resumo



Por: Hélder Miranda- Fala pessoal, tudo bom com vocês?? Hoje é quinta-feira, dia de Violet Evergarden, e se é dia Violet, também é dia dê???? Emoção, tentar segurar o choro, surtar, entre outros vários (Ns). Pra quem espera fielmente pelos resumos aqui no blog (primeiro, tenho que agradecer a todos que esperam), devo dizer, que podem ficar tranquilos em relação as postagens, pois todas as quintas, estaremos aqui para divulgar o trabalho dessa bela obra (antes que eu me esqueça... ontem houve atraso nos resumos de Boruto e Nanatsu, no entanto, sem muita demora, eles também foram entregues). Dito isto, vamos parar de enrolação e começar as análises do episódio 11, sem mais delongas então, bora lá.


Mesmo com alguns episódios focados na guerra em que Violet participou, nenhum deles representou tão bem, a triste verdade, que é estar dentro do campo de batalha, digo isso, apenas por um motivo, se tratando de Violet, era algo bem mais pessoal, estava mais para uma história trágica de amor, do que certas questões aprofundadas na guerra (que fique claro, que não estou retirando os méritos das cenas de Violet com o Major, apenas me refiro a representatividade). Sobre o conteúdo geral do episódio, soldados inimigos (ou que pelo menos eram), fizeram um pedido para ter uma boneca, mas por estar havendo atualmente uma guerra civil, nesse país vizinho, o chefe de Violet, pretende rejeitar a oferta, no entanto, quando Violet escuta a conversa, principalmente a parte que falava pra quem eles possivelmente iriam escrever, a garota decide aceitar o podido nas escondidas (aquela fase rebelde), na verdade, nem tanto, pois ela ainda fala para suas amigas, antes de ir...


Que cenas em amigos... a ação esteve presente neste episódio com toda força. Depois de conseguir um avião para leva-la ao local destinado (um minuto pra vangloriar as atitudes da nossa protagonista, afinal, Violet não demonstrou medo em nenhum momento, apenas despertou a admiração e curiosidade de seu piloto). Ao chegar no local com estilo (essa garota...) a coreografia da rápida luta, entre Violet e alguns dos soldados inimigos, mostraram uma animação importante para a movimentação dos personagens (como a parte técnica do anime, vem mantendo a boa qualidade, nem estou citando todos os episódios aqui, até porquê, o ponto já é certo). mas uma vez, devo destacar, todo o trabalho em cima da representação dos eventos de uma guerra (mesmo não sendo de grandes proporções), o anime garantiu a verdade de uma maneira bem particular.


Eu não ia chorar... definitivamente não mesmo, mas calma, também não fiquei prendendo as lágrimas, na verdade, só estou citando tal fato, porquê pra mim (algo particular), o episódio no todo, acabou sendo bem mediano, não ruim, mas sem o mesmo impacto de seus antecessores. Por mais que as cenas tenham sido executadas corretamente, ainda sim, em termos de direção e elementos convincentes, o episódio ficou nas variedades de soluções comuns, sinceramente, o choro só veio à tona, porquê no final de tudo, Violet foi até a casa do jovem, e entregou  as cartas pessoalmente, então nesse sentimento familiar, não teve como conter as lágrimas... de fato, foi um momento bem emocionante apresentado na obra, sem falar quê, na decisão da equipe técnica, começaram a representar muito bem, toda a evolução de Violet, sendo assim, mas uma vez, a personagem tentou segurar o choro, só que... antes de ir embora, nossa protagonista recebeu um abraço caloroso de agradecimentos, pois no fim de uma vida, aquela família pôde saber as últimas palavras de um filho, amigo e futuro.

E é isso pessoal, basicamente o episódio se concentrou apenas no básico (só que um básico caprichado). Caso alguém ainda queira conferir outros resumos aqui mesmo no Debate, basta escolher nas nossas listas, até a próxima.


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.