Últimas Notícias
recent

Crítica Geral dos Animes da Temporada de Abril 2018

Por: Hélder Miranda- Com o fechamento dos animes desta temporada de abril, muitos fãs das obras japonesas, começam a se programar para os novos materiais, mas antes disso, que tal vocês conferirem quais notas cada obra ganhou (e desde já vale dizer, que os comentários não passam de meros argumentos próprios, então caso alguém fique sem concordar com qualquer tipo de afirmação, sitam-se a vontade, afinal, minhas palavras não são absolutas). Outro ponto que devo destacar logo de início, são os animes da temporada passada que continuaram nessa, todos eles também ganharão suas notas particulares, sendo assim, vocês podem sacar que tal coisa irá acontecer com as obras de 24 episódios desta temporada (exemplo... Persona 5). A última questão a ser discutida é basicamente... Fatos importantes do projeto (caso o anime apresente apenas um ponto seja ele bom ou ruim, fiquem cientes que só abordarei tais questões, não ficarei perdendo tempo destacando pontos da obra que não acrescentaram em nada, até porque... As críticas serão breves resumos). Dito tudo isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises da crítica geral, sem mais delongas então, bora lá.

3D Kanojo- Antes de mais nada, pra quem não ficou sabendo, o anime ganhará no começo do próximo ano, uma segunda (e bem possivelmente), última temporada, finalizando a história que se início neste ano. Vamos lá... Falando de uma forma clara e precisa, diria que o anime é daqueles romances melósos que empurram com a barriga, nada de tão relevante acontece durante todo o andamento da obra (o que particularmente, me deixou bem triste, pois quando li a sinopse na época de lançamento, achei que seria uma comédia romântica divertida, contando as dificuldades de um garoto nerd e etc), sinceramente, alguns desses exemplos citados acima, até que aconteceram, mas não dá forma pensada por mim, em outras palavras... Se você otaku contenta-se apenas com pouco (um anime pra passar o tempo), aconselho pelo menos, deixar suas expectativas extremamente baixas, certo?? Então beleza. NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO... Vale lembrar sempre, que todas as notas são de zero a cinco.

Devils Line- Uma obra que conta a história de um vampiro apaixonado por uma humana (acredito que já vi isso em algum lugar... The vampire diaries, crepúsculo... Não, acho que não). Este é outro enredo que não fede e nem cheira, o anime não avança muito nas suas abordagens e se mantém no médio padrão, preocupando-se apenas em concluir o que começou, na minha opinião, o único ponto realmente satisfatório, são os ideias do vilão, mesmo que não tenha tido muito tempo de tela (normal nos animes de 12 episódios), ele consegue apresentar uma boa proposta do porque de suas ações (confirmando que para ser um monstro, não necessariamente precisa-se ter garras ou tentes afiados), num todo, ele era a única coisa que me fazia prestar atenção, o resto... É como disse (resto), deixando claro o meu total respeito pela obra. NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO...

Ginga Eiyuu Densetsu- Hora de falarmos sobre elegância (este é um daqueles animes que finalizam a história sem completar o que você quer saber, em outras palavras... Ou pesquisa na Internet, ou fica sem informação nenhuma). Mesmo que a obra apresente poucas decisões envolvendo os personagens principais (comandantes de exércitos inimigos) ainda sim, as únicas batalhas intelectuais entre ambos, te deixam satisfeito (pelo menos, foi o que aconteceu comigo), claro que a vontade de ter outros momentos importantes é grande, mas quanto a isso, não há nada que possamos fazer. Entre todas as coisas que ficaram abertas, a que mais me deixou p (tirando a rixa dos protagonistas), foi o fato de não saber se o comandante da resistência ficaria com a jovem auxiliar (garota loira que o admira, caso vocês queiram sabem quem ela é), sei o que muitos podem estar pensando, porém (não tenho culpa se romance é um elemento tão bom, pelo menos pra mim), de qualquer forma, este foi um anime que particularmente gostei bastante de conferir. NOTA DO ANIME ( 00/03 ) BOM...
Grancrest Senki- Pelo começo da obra, não seria surpresa alguma considera-lo mediano, até porque, é justamente o que ele é durante a primeira metade. Os pontos mais satisfatórios do anime em disparada, ficam sendo o seu romance sem muita enrolação (nisso o protagonista tem meu respeito), e as suas animações bem feitas na maioria das lutas (sempre com bastante fluidez), no entanto, vale deixar claro, que não são todos os momentos que tais elementos se sobressaem, existe sim, cenas e episódios que a vontade de pular o conteúdo é enorme, mas num todo, posso garantir que o material entrega boas questões (trama política, exemplo de personagem feminina forte/líder, entre outras coisas) ps: por mais que o protagonista represente na hora do romance, as demais facetas que acontecem, colocaria facilmente (ou melhor), coloco nas costas de sua heroína (ele representa em outros pontos?? Até que sim, mas não tanto quanto ela). NOTA DO ANIME ( 00/03 ) BOM...

Hinamatsuri- Já irei começar com um belo de um, Caramba... De todos os animes que assisti este ano, com toda a certeza, Hina está na lista dos melhores, sinceramente, me faltam palavras para poder expressar o quanto gostei desta obra. Por mais que o anime passe a sensação de ter uma história totalmente aleatória (o que de certo modo não deixa de ser verdade), não tem como aquele sorriso de orelha à orelha ficar sem aparecer, pois se vocês procuram uma comédia cheia de leveza (é meu dever informa-los  quê... Hina é a resposta). O bacana de tudo, foi a facilidade para me familiarizar com os personagens apresentados, na maioria das vezes, você acaba se apegando sem mesmo perceber (no meu caso, a garota loira que trabalha com os sem tetos, conquistou minha simpatia de maneira absoluta), é também com está personagem, que as cenas mais emocionantes da obra te prendem. Num tudo, o material consegue apresentar uma ótima direção (algumas cenas simplesmente te deixam... Meu Deus, eu quero mais disso), vários personagens gostáveis, e... A vontade de torcer para uma nova temporada (o que deverá ser bem difícil). NOTA DO ANIME ( 00/05 ) EXCELENTE... Vale destacar, que comédia é um gênero bem complicado, enquanto alguns deverão morrem de rir, outros apenas irão relevar por simplesmente não gostar.
Toji no Miko- Assim como grancrest, este começa meio morno, mais em sua segunda metade, o enredo consegue apresentar pequenos pontos positivos, no entanto, não é nada que de fato mereça absurdos de elogios, apenas o padrão de sempre. A solução tomada pela produção do anime (referente as batalhas), até que são boas escolhas, diria que eles entregam o bastante para manter o desenrolar da história. Certas incoerências (com o famoso protagonismo em ação), surgem nos momentos de total relevância, trazendo à tona muitos tipos de frases marcantes, como por exemplo... Poderia ter sido melhor. NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO... Devo dizer, que a obra merece uma consideração simples, que no caso seria (se fosse pra dar uma nota mais baixa ou mais alta, o material ficaria com um 3).

Wotaku Ni Koi Wa Muzukashii- Gostam de referências?? Sejam elas de games, animes ou mangás... Então com toda a certeza, muitos irão adorar está obra, bom, pelo menos algumas partes dela. Por mais que o material apresente boas piadas e momentos descontraídos, não seria certo afirmar que tais elementos sempre estão aparecendo, claro que também vai depender bastante da maneira que alguns avaliam este gênero (humor). Tecnicamente, diria que os maiores destaques se devem aos personagens centrais do projeto, cada um demonstra ser especialista em uma específica peculiaridade referente ao mundo otaku, sendo assim, garanto que se tratando de manter qualquer qualidade, eles conseguem desempenhar um ótimo trabalho. NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO... Segue as considerações a uma nota hipotética, de ruim pra bom, o conteúdo mereceria uma nota 3.

Megalo Box- Eis um trabalho bem feito do começo ao fim, seja na base da direção, como também, no andamento do projeto. Entre vários pontos positivos da obra, o anime tem um que particularmente irei guardar com carinho... Falo da construção de todos os personagens (pelo menos daqueles que fazem parte do elenco principal). Mesmo que a obra levante apenas 13 episódios, a facilidade para guardar certos personagens na memória é surpreendente, e um deles que quero citar muito rapidamente aqui, é o boxeador Yuri, caramba, como gostei desse cara... O bacana da jornada em cima do mesmo, é que no começo do anime, todos pensam que ele será retratado como mais um vilão, no entanto, a história pende para um outro giro, pois tanto seus ideais como as suas ações, vão surpreendendo o público à cada conteúdo apresentado, te deixando quase obrigatoriamente do lado do personagem, em outras palavras... A obra é super recomendável, até pra quem não curti muito animes focados em esportes, vale dar uma conferida (o único ponto negativo do projeto na minha opinião, é que a maioria das lutas não são tão empolgantes ou bem coreografadas, pelo menos, não dá forma pensada por mim... Porém, vão na fé, pois as histórias de vida de cada personagem, chamam mais atenção... opinião própria, vale dizer). NOTA DO ANIME ( 00/04 ) ÓTIMO...

Nanatsu no Taizai- Só pelo fato desta temporada ter apresentado o personagem Escanor, ela seria digna de ganhar a nota máxima da crítica (mas como um projeto não é feito de apenas um mísero elemento... devemos seguir), sem falar que ainda falta um bom desenvolvimento para o mesmo, então por mais que ele seja um grande pecado, sua grandeza não seria o bastante. Com base no desenvolvimento em cima do andamento da temporada, diria que algumas lutas se destacam por conter cenas bem animadas e coreografadas, porém, como já deu pra perceber, não foram todas, inclusive, uma que particularmente estava esperando muito, não passou de meros golpes copiados do original (em outras palavras... Bem que o diretor poderia ter melhorado tal momento), ainda digo mais, caso fosse necessário uma comparação severa, o mangá se sairia vitorioso sem grandes problemas. NOTA DO ANIME ( 00/03 ) BOM...

SAO Alternative Gun Gale online- Este aqui vale deixar claro o seguinte... Não tenham preconceito por ser outra versão de SAO, na verdade, houve um ponto bem inovador. Pra poder ser mais justo, irei pegar como exemplo, a primeira parte da segunda temporada de (SAO/Kirito), naquele enredo, nós não víamos tanto um foco na estratégia (o que de longe, é o principal atributo do jogo), porém, muitos podem argumentar que este não era o estilo de luta do protagonista (concordo), no entanto, é justamente isso que quero que vocês compreendam, pois Alternative faz uso extremo de tal elemento, deixando a obra com sua própria identidade. Em outras questões, não tem muito o que comentar como ponto positivo, a série segue de maneira simples mais sem grandes acontecimentos, vale dizer, que ocorre certas citações a personagens conhecidos da franquia, exemplos... Kirito (de forma bem discreta), Sinon e Yuuki (sem ser a Asuna). NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO... Mas uma vez vale considerar quê... De bom pra ruim, a série receberia nota 3.

Tada kun wa koi wo- Falando em boa direção, este é outro anime que carrega consigo o tão cobiçado selo (pena que seu final não segue pelo mesmo caminho). Mas uma vez, apresento a todos um material que está repleto de bons personagens (e cada um com a sua característica particular), pra vocês entenderem como eles são gente boa... O próprio rival no amor do protagonista, é super gente fina, quando o personagem aparece pela primeira vez, já fiquei com um pé atrás, achando que mais tarde ele faria algo ruim, no entanto (sem dar Spoilers), é totalmente o contrário, sério, o cara é tão bacana, que por pouco não torci por ele (ao invés do protagonista). Diria que a obra só não se mantém de maneira extraordinária, porque o básico fica na frente, e o final... Não que termine aberto, mas fica faltando a conclusão dos demais personagens. NOTA DO ANIME ( 00/03 ) BOM...

Piano no More- Não que seja uma comparação a Kimi no Uso, mas este material também focado em pianistas, segue um ritmo totalmente diferente (só pra poder esclarecer). O anime desenvolve bem mais (e tem como principal premissa), construir a jornada de um prodígio (protagonista), seu rival e também amigo, quer de forma limpa supera-lo, mas ele sabe que a tarefa não será nada fácil (parece mais que estou escrevendo uma sinopse). A obra até que é boa de se acompanhar, no entanto, visualmente ou tratando-se de outras questões técnicas, o projeto deixa muito a desejar, então caso vocês não liguem tanto pra tais pontos, e priorizem a história, acredito que deva valer à pena conferir, não é nada fantástico, mas pra pelo menos passar o tempo, deve bastar. NOTA DO ANIME ( 00/02 ) MEDIANO...

Darling in The Franxx- Particularmente falando, este não só estava sendo o melhor anime de sua temporada, como também, a de todas apresentadas até o momento, no entanto, os episódios finais meio que deixaram a ótima qualidade escrita de lado, fazendo com que o fechamento atual se comprometesse. Mesmo que o término não seja lá essas coisas, não posso virar as costas pra Darling, pois o projeto consegue conceder uma incrível lição, de como um anime original pode se sair bem sucedido. A animação fluida sempre estava presente nas maiores cenas de ação, a computação gráfica, também era usada de forma exemplar, sem deixar rastros de mal uso, as coreografias juntamente com a esplêndida direção, garantia bons momentos impactantes e super tensos, no geral, o material conseguiu realizar uma fantástica performance, levando tais feitos até para seu próprio mangá (que foi criado graças ao tremendo sucesso do anime). NOTA DO ANIME ( 00/04 ) ÓTIMO...

Dorei- kun The Animation- Se formos pegar cada ponto desta obra, e tentar usá-los positivamente, só consigo pensar em uma única conclusão/resposta... Perda de tempo, pois de todos os animes que falei aqui, de longe, está é a obra mais básica e chata que tive o desprazer de conferir (quero os meus minutos de volta). Claro que faço questão de não usar palavras tão ofensivas, até porque no final das contas, não deixa de ser um material criado por um sensei, é ruim?? É, tem como recomendar?? Não, mas... Ainda sim, é uma obra, e merece o devido respeito. Por essas e outras a nota de Dorei-kun é... ( 00/01 ) RUIM...









Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.