Últimas Notícias
recent

Grand Blue (Primeiras impressões) Episódio 1

Por: Hélder Miranda- Como todos já devem saber, os animes da nova temporada deste ano acabaram de começar (ou pelo menos, uma boa parte deles), caso algum ser humano ainda esteja por fora desta informação, acho que agora não haverá mais desculpa. Para que vocês fiquei por dentro do novo jeito que analisarei certos animes, basicamente, irei pegar pra comentar somente aqueles que chamarem a minha atenção, do contrário, nenhum dos outros serão destacados aqui, a não ser que eles façam parte das obras que nesse momento estou acompanhando (neste caso, falarei sobre apenas na crítica geral). Antes que a memória falhe, pra quem ainda não conferiu a crítica geral da temporada passada, colocarei um link no final da postagem. Dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises da obra, sem mais delongas então, bora lá.

Acho que só pelo fato de estar comentando o anime "Grand Blue" aqui, deixa a certeza de que particularmente a obra me agradou (em outras palavras... Spoiler do bem). A premissa do material chega a ser bem simples, não é nada tão grandioso ou complexo, que se deve ter uma atenção considerável, claro que pra podermos conferir qualquer conteúdo apresentado, a atenção tem que se fazer presente (vocês me entenderam). No geral, a história se foca em um jovem de 20 anos, que após passar 10 anos longe de onde costumava morar, ele retorna para poder cursar em uma universidade, e a partir daí, os eventos mais loucos (de nível absurdo), começam a perseguir o nosso protagonista.

Nada melhor do que começar uma análise, falando do próprio protagonista da história, certo?? Então beleza. De longe já da pra dizer, que em termos de carisma não ficaremos esperando tal elemento cair do céu, pois o garoto responsável pelas cenas de maior tempo, se mostra ser um cara bem bacana, no entanto, não achem que ele é o tipo de personagem que aguenta calado e apenas observa os acontecimentos, o jovem Iori, também consegue agir por vontade própria, inclusive, algumas das questões deste primeiro episódio, só são resolvidas porque ele mesmo tenta ficar por cima, e desde já afirmo, os casos são hilários... Bom, pelo menos pra mim, as piadas funcionaram de maneira extraordinária (porém, falarei sobre o assunto depois). Voltando ao protagonista da história... Como estava dizendo, ele não é nenhum santo, mas também não é um tremendo cretino completo, acredito que a melhor palavra para poder defini-lo, seria (esperto... nem inteligente e nem burro). É simplesmente incrível, como as situações focadas no personagem, sempre dão erradas, por mais que ele tente melhora-las, o pior chega e derruba tudo (sinceramente, tratando-se de personalidade, não vejo alguém achando o protagonista meia boca, pode ser até que não se identifique, mas ir além... Caramba).

Vamos falar sobre a dosagem de piadas do enredo, até porque, pra um anime focado em comédia, este é o elemento chave para o sucesso. De cara já devo dizer o quanto gostei, é sério... A forma trabalhada pela produção e a execução dos elementos, foi sem dúvidas um dos maiores feitos no projeto. Parece que a produção realmente pensou em minha pessoa, ao realizar um jeito específico nas cenas do conteúdo, não sei se já comentei tal coisa com vocês (resumidamente... Me refiro ao meu gosto particular a respeito de cenas com momentos engraçados, em outras palavras, gosto quando as piadas são os próprios acontecimentos padrões), claro que as piadas nos diálogos são sempre bem vindas (na verdade, é o mais correto), porém, ainda fico com a leveza dos personagens em ação.

A direção é outro ponto certeiro na produção (pelo menos por enquanto), algumas cenas particulares tem o dedo criativo que com toda a certeza, merecem ser destacadas. Uma das que mais me fez (praticamente chorar de rir), foi o momento onde o protagonista tentava se livrar dos membros loucos do clube de mergulho, a todo instante, os rapazes tentavam enganar o jovem só para que ele pudesse beber e festejar junto, no entanto, sempre que o protagonista dizia que não aguentava mais e pedia um pouco d'água, eles o entregavam um copo meio que suspeito (que na realidade, tratava-se de mais álcool), só que o dedo criativo, se sobressaía justamente nesse segundo, pois já desconfiado, Iori colocava um isqueiro para ter certeza (parece algo besta falando assim, mas vão por mim, funciona... Ou não né, também vale sempre lembrar que comédia é um gênero complicado). O outro momento que ficou muito bem dirigido em termos de comédia, é a hora em que a sirene toca... (meu Deus), como aquilo foi bem colocado... Por causa de dois mau entendido, Iori acaba entrando numa tremenda situação constrangedora (vão lá conferir pessoal), deem um chance.

E é isso pessoal, não prometo que a obra irá manter tal qualidade, porém, acho que pelo menos os três primeiros episódios, devem confirmar a identidade do material, sendo assim, até a próxima.

Link:http://www.debatenerd.com.br/2018/07/critica-geral-dos-animes-da-temporada.html?m=1


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.