Últimas Notícias
recent

Nanatsu no Taizai Capítulo 245 Review

Por: Hélder Miranda- Tentativas de assassinato, proteção, raiva, tudo isso é muito mais no novo capítulo de "Nanatsu no Taizai" (é... Agora que o anime encerrou sua segunda temporada, resta apenas aguardar uma outra chegar, ou pelo menos, continuar com o material original... Se bem que o filme já vai ser lançado, então, digamos que nós fãs ainda temos opções para poder escolher). No momento atual da história, estamos acompanhando o desespero e profundo ódio de Mael, toda sua fúria segue destinada para Gowther, o responsável por ter colocado o personagem em um sofrimento absurdo, sem falar quê... Por causa das ações do pecado, Não só Mael, mas sim todos (isso mesmo), todos os cavaleiros sagrados e membros de determinados clãs, foram enganados pela magia do ex mandamento (caramba, a situação ficará realmente tensa). Dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do conteúdo, sem mais delongas então, bora lá.

Por mais que a aparência de Mael continue como a do odiado Estarossa (até porque, ele não pode fugir disso mesmo), fica difícil, não aceitar o seu modo de agir, afinal, por culpa do verdadeiro Gowther, ele se encontra em um estado extremamente crítico (100% louco). Quando comentei na Review da semana passada, sobre darmos uma chance para ambos os personagens, também deixem claro, a razão pelo qual o autor estaria fazendo tal coisa (meras especulações, nada de oficial), por um lado, só conseguíamos enxergar besteiras e mais besteiras, todas realizadas pelo pecado Gowther (na verdade, pra ser um pouco justo, o autor de tais questões, tratava-se do própria feiticeiro Gowther). No entanto, agora vemos um certo arrependimento da parte da marionete, tanto que ele mesmo fez questão de desfazer a magia criada pelo seu criador, sendo assim... Caramba (este autor deve gostar de ver o circo pegando fogo, só pode), diferente do que estava sendo apresentado anteriormente, Mael parece ser a mesma pessoa de alguns capítulos atrás, em outras palavras, o arcanjo não foge muito das características que já estávamos acostumados (um ser sem compaixão), tudo bem, podemos argumentar que ele possui motivos de sobra pra poder executar tais coisas, porém, na minha opinião, acaba sendo um outra jogada pensada pelo sensei (resumindo... Primeiro ele nos faz odiar o Gowther, e depois, direciona toda a criação de ódio, novamente para Mael/Estarossa... Sei, sei, enrolei bastante).

Já que o Gowther atual não passa de uma simples marionete, Mael decide confrontar King (machucar os amigos daquele que o amaldiçoou), devo dizer, que ver a determinação do rei das fadas foi algo bem bacana, até porque, não é sempre que acompanhamos o próprio King, defendendo alguém que não seja a sua amada Diane. Então todo o papo de companheirismo e proteção, acabou tendo mais impacto com ele, principalmente por ter sido pelo Gowther (que não é lá essa pessoa toda... Nós entendemos mais também sabemos separar os erros). A luta entre os dois personagens seguiu sem nenhum vencedor, no entanto, a força e o poder de Mael, já deixou praticamente certo, que ele é o grande favorito dali, sorte do King que os outros dois arcanjos irão lutar ao seu lado, pois se não fosse isso, Diane ficaria solitária... Mas será que eles juntos poderão bater de frente?? Pelo que é entregue como informação, Mael consegue ser tão absurdo quando o assunto é poder, que ele próprio conseguiu aguentar o tremendo fardo de carregar mais de um mandamento, em outras palavras, o personagem está forte pra um vocês sabem o quê, tanto que agora ele é metade Deus, e metade demônio (de maneira mais direta).

Agora sobre a explicação do porque de tudo isso, vejamos... É básico, muito básico mesmo... Na verdade, se for pra parar e pensar, é basicamente o que já tinha sido dito anteriormente (até destrinchei um pouco na Review passada). No geral, Gowther só colocou Mael como um demônio, para poder equilibrar as forças de ambos os clãs, porém, tudo acabou indo um pouco mais além, tanto que as grandes deusas, lançaram a magia das magias (finalizando assim, a guerra santa do passado). Serei sincero ao dizer que esperava algo mais elaborado, não estou dizendo que ficou ruim (longe disso), só não achei tão impactante, é bem provável que algumas outras questões sejam desenvolvidas mais pra frente, e até lá, vamos seguir com os nossos próprios pensamentos, vale dizer, que caso algum ponto esteja faltando, ou um erro tenha sido cometida por mim, sintam-se a vontade para comentar abaixo.

E é isso pessoal, se gostaram da Review e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, dito isto, até a próxima.

Link:http://cdmnet.com.br/titulos/seven-deadly-sins/manga/ler-online-completo/275


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.