Últimas Notícias
recent

Tokyo Ghoul re 2 "Primeiras Impressões" (O que estava ruim, parece ter ficado pior)

Por: Hélder Miranda- A temporada de Outubro 2018 já está em andamento, e hoje falarei sobre a segunda parte da adaptação para anime, da obra de "Tokyo Ghoul re" (podem chamar de segunda temporada se preferirem). Como muitos previram, a série retornou apresentado alguns cortes do seu material original, mas pra nós que sabemos o tanto de capítulos que os produtores precisaram adaptar, é até compreensível ver de cara tais mudanças (caso você ou vocês sejam mente fraca, sugiro que larguem mão do anime, e vão atrás do mangá, principalmente se o objetivo é ter na mesa, todas as peças do enredo encaixadas). E dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises, sem mais delongas então, bora lá.


Primeiro de tudo, aos que não entenderam bulhufas de nada neste começo de temporada, basicamente, tivemos uma pequena amostra da nova missão da CCG, que tem como objetivo maior, arrasar de vez, com a organização mais conhecida de Ghouls. O problema em questão, está na estrutura do enredo, que não tem um acompanhamento de diálogos precisos ou elementos que valerão mais pra frente (e é por esse motivo, que dei a dica para vocês largarem a obra caso quisessem algo mais completo). Falando por alto do outro núcleo do episódio... Nós acompanhamos a revelação de que a autora famosa Eto, na verdade, sempre foi uma ghoul disfarçada (e líder também) agora, ela só quer ser livre, mas pra isso, Kaneki terá que se envolver na situação (a partir daqui, já não posso falar muita coisa, pois seria spoiler). Outro ponto importante que muitos de vocês podem ter ficado (como assim??) Se trata do peso e de tamanha relevância que a família "Washuu" tem na história, pelo que vimos neste primeiro episódio da série, aparentemente, está grande questão ficará bastante em segundo plano (não estou confirmando de certeza absoluta, olhem lá, apenas supondo tal possibilidade... Que é alta).
        (Possíveis spoilers abaixo)

Agora que a premissa deste retorno está meio explicada (vai que alguém ainda esteja boiando) é hora de destacar a parte técnica da obra. E já começando com a resposta óbvia... Não, infelizmente meus amigos, a série não melhorou em sua parte técnica, nós continuamos vislumbrando lutas meia boca com um nível de animação lastimável, vale dizer, para aqueles que continuam esperançosos, que dificilmente teremos uma melhora ou algo acima da média como clímax final (sinceramente, é quase impossível "Quase").

Num todo, a única coisa que espero ver nesta adaptação de Tokyo, é a relação de Kaneki e Touka (que é muito bem representada no mangá) mas não falo isso apenas por ser uma situação sexual, e sim, porque o momento carrega um belo significado (pra quem acompanhou a obra desde o início, tenho certeza que irão concordar e compreender o meu ponto de vista). As consequências do ato dos personagens, valerão muito à pena para o futuro do enredo, questões que ocorreram mais pra frente, terão serventia a favor do satisfatório (pelo amor de Deus diretor, ao menos isto, faça direito). Com tanto que adaptem só duas partes do mangá (Kaneki e Touka em um relacionamento/outras coisinhas... Final definitivo) pronto, estarei satisfeito.

Felizmente, teremos uma opening com o cantor da obra de arte feita lá na primeira temporada (quem disse que aqui só sai notícia ruim??) Particularmente, estou bem ansioso para conferir o novo tema, se bem quê... A opening da primeira temporada de "re" já era boa (vamos aguardar).

E é isso pessoal, se gostaram das primeiras impressões e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, dito isto, até a próxima.



Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.