Últimas Notícias
recent

Boruto Naruto next generation Episódio 80 Review

Por: Hélder Miranda- Finalmente a produção do anime resolveu tirar de cena todo o protagonismo do nosso pequeno herói, para focar no personagem que realmente importa neste momento (Mitsuki). Não dizendo que a participação de Boruto seja algo tremendamente desnecessário (por mais que pareça, ainda mais falando desta maneira) longe disso, porém, volto a dizer que em termos de direção (com uma pontada de roteiro amigo) outros caminhos satisfatórios poderão ser explorados a partir do instante em que a equipe técnica enxergue tais possibilidades, exemplo a favor sobre o que acabei de falar, se prova justamente pelas questões trabalhadas no episódio apresentado hoje (ou ontem... Provavelmente está review esteja saindo atrasada). E dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do conteúdo, sem mais delongas então bora lá.



Mesmo tendo curtido o episódio desta semana como um todo, houve alguns pontos específicos que poderiam ter sido melhor trabalhado, e espero que vocês não entendam errado ou qualquer outra coisa do tipo, pois meio que as palavras se explicam por si só (é bom já deixar claro antes de mais nada). Sinceramente, nem irei detalhar tantas questões a respeito do conteúdo, já que foram basicamente meras falas envolvendo Mitsuki mais seu novo amigo. Vale dizer, que o diálogo entre eles funciona de uma forma que acaba mostrando o quão importante é a escrita em cima desse elemento (falta apenas uma dosagem mais segura quanto aos outros arcos da obra, Naruto é um exemplo de bom uso referente a está cartada) na verdade, foi um ponto interessante a ser explorado justamente por ter conseguido aprofundar nossa ligação com este personagem secundário. No entanto, ao mesmo tempo que o diálogo funciona como a uma das melhores coisas do episódio, o remédio termina se tornando o mais puro veneno. Parte disso se deve ao simples fato do exagero entregue enquanto o foco continuava com Mitsuki (acho que é sekiei). Em outras palavras... A cena que tomou um bom tempo de tela, perdeu força por não ter diminuído a dosagem (como foi dito acima) tratando-se de detalhes, a direção pecou feio (porém, nada que diminua tão drasticamente os acertos).


Caramba... Espero que o desfecho desse novo arco não termine com a concretização da Kage sendo derrotada por um simples vilão (mas Hélder, pode ser que o vilão seja realmente mais forte do que ela, não??) Sinceramente, o problema não é nem ela ser derrotada (se bem que uma vitória no time dos lideres não seria nada ruim, até porque, estão precisando) o chato de toda está situação, se deve pela forma conduzida (outra vez) por um roteiro... "Vai na fé" (você acha que pode estar se precipitando??) Muito, porém, é a minha primeira impressão (reformulando) a de todos. Claro que ainda tem tempo para uma virada bem elaborada por parte dos responsáveis (por favor pessoal, sem mais decepções) e caso fosse necessário um chute a respeito dos novos eventos... Bom, torço profundamente para que eles consigam dar uma ótima sacada, em especificamente para o nosso querido Mitsuki ("ensinamento" deve ser provavelmente a melhora palavra no momento).

Todos acreditam que seja o neto do antigo Kage Onoki??

Será que o mito Onoki (tam
bém conhecido como o usuário de um do melhores Justus já apresentados) terá seu fim na obra de Boruto?? Com tanto que a produção faça uma despedida absurdamente digna, sou totalmente a favor (nem ousem dizer que não gosto do personagem).

E é isso pessoal, se gostaram da review e querem ver outras aqui mesmo no debate, basta conferir nas nossas listas, sendo assim, até a próxima.


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.