Últimas Notícias
recent

Nanatsu no Taizai Capítulo 290 (Review)

Por: Hélder Miranda- Zeldris foi o último dos três irmãos a serem derrotados por Escanor (pecado do orgulho) e agora, só resta torcer para que os seus mestres consigam segurar as investidas de Merlin e Ryudoshel, afinal, eles são os únicos de pé. Pelo que o capítulo se propôs a apresentar, é nítido enxergar a tamanha vantagem dos dois demônios, porém, está bem longe de ser surpresa a quantidade de reviravoltas colocadas no enredo favorecendo o lado dos mocinhos, algumas abordagens até acabam sendo melhores do que outras, mas num todo, acredito que a palavra "previsível" deva se encaixar perfeitamente com os casos atuais da obra (criatividade bastante mediana nesses últimos conteúdos). Como sempre, é válido ressaltar que as decisões plantadas pelo autor, podem surpreender muito facilmente por questão de não estarmos botando fé na narrativa, vale arriscar no mínimo que deverá sair algo ok, assim, nada de inesperado nos pega desprevenidos. E dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do capítulo, sem mais delongas então, bora lá.

Não querendo botar pilha em um assunto que já passou e ficou pra trás, mas... Sobre a forma como o autor lida referente as soluções de roteiro para Escanor se sair vitorioso, na minha opinião, ele devia tentar coisas que de fato nos surpreendesse ao extremo. Um exemplo bem simples que posso pontuar, é a própria primeira aparição do personagem. Naquele momento, apenas fãs interessados na obra original sabiam o que realmente estava por vir, então mesmo que alguns tivessem uma ideia básica, ainda sim, "convenhamos o quão épico foi". Tirando a questão do seu orgulho (que é muito bem representado na história) a maneira dele vencer os combates, diria que ficaram todos maçantes, em outras palavras, faltam inovações.


Falando somente agora do capítulo desta semana... Bom, é como citei no começo da postagem, tudo depende da maneira de como o autor irá conduzir a história especificamente nessa luta, ou ele tenta surpreender utilizado métodos novos e arriscados, ou então, simplesmente contínua na mesmice, sinceramente, depois da derrota de Zeldris, não estou esperando muita coisa da resolução final, qualquer desfecho será lucro (acho...) e não, não falo tais palavras só por curtir o personagem (como ousam pensa isso de mim).

Um ponto do capítulo que me chamou atenção, foi quando o mestre de Zeldris lembra seu pupilo do destino grandioso que o aguarda (supera-lo). Minha única dúvida sobre a fala do personagem, é se isso deverá ter uma importância significativa na obra, ou simplesmente, o sensei quis jogar como capricho e enfeite.

Parece que nem deixando claro todas as suas atitudes, Ryudoshel perderá a fidelidade de seu cachorrinho (foi mal fãs, mas é o que esse tal personagem está merecendo ser chamado... Mentira, só não lembro a forma que se escreve seu nome). Ou Gil parte dessa pra melhor, o que particularmente acredito ter zero chances de acontecer, ou... Caramba, alguém cura logo o moleque, e por fim, manda o garoto para o lado do exército principal, até porque, ele não tem força e nem poder suficiente pra dizer "quero ficar com Margaret".

E a pergunta que fica com a última página do capítulo, é... Merlin tem alguma carta na manga?? Será que ela possui a solução ideal para o fechamento da luta?? Quanto a isso, nos basta apenas teorizar, particularmente falando, aposto em um poder obscuro que talvez seja herança de seu pai (caso o sensei queira tocar neste assunto) ou quem sabe até, por mais simples que venha a ser, ela use de sua inteligência e vença só com tamanha estratégia (seria algo interessante, dependendo da forma trabalhada). Tenho quase 100% de certeza que vocês também apostam no poder obscuro (safadinhos).

É isso pessoal, se gostaram da review e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, sendo assim, até a próxima.

Link:http://cdmnet.com.br/titulos/seven-deadly-sins/manga/ler-online-completo/290


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.