Últimas Notícias
recent

Sword art Online 3 Alicization Episódio 6 Review

Por: Hélder Miranda- Com mais explicações em cima do projeto Alicization (dessa vez por completo) o episódio semanal de SAO não trouxe Kirito e Eugeo na caminhada para a cidade central, porém, acho que tal coisa se mostra como um verdadeiro acerto (talvez sacada) tudo feito pela equipe técnica de forma proposital. Pra quem ficou sem entender bulhufas, basicamente, quero dizer que no próximo conteúdo de sword, não veremos uma longa conversa entre os dois protagonistas sobre qualquer assunto existente, isso porque o tempo de cada mundo (real e virtual) funcionam completamente diferentes, sendo assim, é bem provável que já nos primeiros minutos eles cheguem no destino esperado (vale dizer, que não estou dando certeza de nada, apenas um palpite). E dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do episódio, sem mais delongas então, bora lá.

Qual foi novo personagem... Não se fala desse jeito com o protagonista da história.

Parece que finalmente o diretor entendeu como proceder em cenas de explicações longas (espero que ele siga com este elemento base). No geral, o diálogo em cima das alternativas para o tratamento de Kirito funcionaram pra mim, dado ao que o autor poderia nos oferecer em termos de conteúdo pensado, diria que o trabalho entregue vem sendo caprichado de maneira correta (sem mais e sem menos).


Devo admitir que este momento da cena me assustou um pouco, mas nada que mereça a citação da palavra "exagero". Ainda sobre a cena em questão... Parabenizo tanto o dublador do novo personagem, como também, a montagem feita pelo diretor, recorrendo a elementos conhecidos e utilizando um pouco de cada coisa, os exemplos básicos são... Terror, dramatização e impacto. Está parte que teve um bom foco durante todo o episódio, ganhou mais peso, quando foi casada com o que estava por vir (falarei os detalhes abaixo).



Primeiramente, vamos nos colocar na pele dos personagens... Se estivéssemos vivenciando exatamente as mesmas complicações que Asuna e Kirito, quais posições nós tomaríamos?? (Não vale defender só porque tal visão os coloca como heróis). Bom, particularmente falando, não nego que seria uma escolha difícil de se fazer, pois o assunto tratado ali, nem de longe é polca coisa, principalmente pelo motivo deles estarem falando sobre vidas (de um lado, pessoas morrendo em guerras, do outro, seres artificiais que operam praticamente da mesma forma que todos nós, única diferença visível, são os seus corpos físicos, porém, este não é um problema para eles). Sinceramente, depois de ver tudo o que foi discutido, meus pensamentos se voltam para as palavras destacadas por Asuna (como já disse acima) tirando a parte da visão heroica deles, a ética estabelecida não só ali mais também no nosso mundo, merece ser respeitada (por mais que isso nem sempre aconteça) em outras palavras, estou muito curioso a respeito deste ponto e de como ele deverá ser explorado.


Pra fechar com a review em alta, falarei sobre alguns pontos específicos do episódio. Pelo que é explicado, o novo mundo conseguiu se estabelecer por almas copiadas de bebês, fazendo assim, com que problemas primários fossem descartados rapidamente. Outro ponto que merece seu destaque, é a maneira de como eles operam (vivendo até em uma sociedade sem homicídios) sabendo disto, os envolvidos no projeto precisavam de alguém urgente para alterar tal rotina absoluta (eis que Kirito entra para o projeto... Ps, sem saber de muita coisa). Pode ser que outras questões venham a ficar mais claras no decorrer da série (fato... Plots twists nos aguardam) então caso vocês estejam desesperados... Calma, no momento, estou como muitos, afinal, fiquei sem ler a "Light Novel".


Olha a academia de cavalheiros aí gente...

E é isso pessoal, se gostaram da review e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, sendo assim, até a próxima.

Link:https://www.superanimes.biz/101205.html







Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.