Últimas Notícias
recent

13 Reasons Why – Parte 2 – Review + Reflexões (com spoilers)

13 Reasons Why

Olá, Olá Nerds, continuando a falar de 13 Reason Why, agora vamos abordar o tema da série e as características de cada personagem então, alerta de spoiler a partir desse momento.


13 Reason Why conta a história do suicídio de Hannah Barker, uma adolescente do ensino médio da escola Liberty. Entendo que esta série possui dois protagonistas, Hannah e Clay. É Clay quem reconstitui a maior parte dos fatos. Mas falaremos dele em outro momento

A série começa uma narração de Hannah, falando sobre sua morte, logo em seguida aparece Clay Jensen, um garoto que secretamente estava apaixonado por Hannah, elogiando seu novo corte de cabelo, mal sabia ele que a mudança era devido a uma grave depressão. Logo em seguida a cena corta e mostra Jensen chegando em casa e recebendo um pacote e a partir daqui a série começa de fato.



Neste pacote contém 7 fitas que estão gravadas com a voz de Hannah, cada uma é dirigida a duas pessoas diferentes (uma no lado A e outra no Lado B) e conta como aquelas pessoas contribuíram para o suicídio dela.

A primeira fita é dirigida a Justin Foley e Jessica Davis:
Fita 1 Lado A – Justin Foley:


Justin é um garoto popular, um dos principais jogadores do time de basquete da escola Liberty Parecia que seria uma grande paixão juvenil e Hannah dá seu primeiro beijo em Justin. Para eternizar o momento, ele tira uma foto de Hannah descendo no escorregador, como ela estava de saia, o vento a levantou e sua calcinha foi registrada na foto.

No dia seguinte Justin mostrou a foto a Bryce  ediz que transou com Hannah no primeiro encontro e em local público. Bryce espalha a foto e a história para todo colégio via App de Mensagens, deixando nossa protagonista completamente envergonhada, o chamado slut-shaming.

Justin é o alvo da primeira fita por ter espalhado boato falso, permitir a divulgação de algo íntimo e não defende-la. Ele foi o start para sua depressão, a maior decepção dela e o cara que minou qualquer chance que ela tinha de ter uma vida tranquila na escola.

Interpretado pelo ator Brandon Flynn, Justin é um garoto que, apesar da popularidade, tem problemas em casa, mãe viciada, padrasto traficante, condições de grande pobreza e ainda é psicologicamente dependente de seu amigo Bryce que exerce total controle sobre ele.

Reflexão: A primeira reação imposta por uma sociedade machista é de responsabilizar Hannah pelo acontecido, afinal como ela vai confiar em alguém logo de cara? Mas na realidade, a culpa é integralmente de Justin, ninguém tem o direito de revelar a privacidade ou espalhar qualquer boato que seja sobre quem quer que seja. Vemos muitos casos de cyberbulliyng que terminam em tragédia por invasão à privacidade e boatos falsos. Isso é covardia. Alem disso slut-shaming é algo terrível, condenar uma pessoa por conta de seu modo de vestir ou de sua conduta sexual é errado e todos merecem respeito. Isso é quase a mesma coisa que culpar a mulher por ter sido estuprada.

Fita 1 Lado B –Jessica Davis


A segunda fita é endereçada a Jessica Davis, ela foi amiga da protagonista durante um tempo. Jessica, interpretada por Alisha Boe, é uma pessoa com personalidade forte, filha de militar, egoísta e que busca os próprios interesses, se afasta de Hannah ao começar a namorar Alex.

Alex divulga uma lista com um ranking das meninas e suas principais características físicas. Hannah fica em primeiro da lista, dando a entender que Alex e Hannah tiveram alguma coisa. Jessica se ira e rompe definitivamente a amizade com uma tapa na cara.

Jessica entra na lista por ter não ter deixado Hannah se explicar, levando em consideração a reputação que ela já tinha. Deixando-a sem amigos na escola, agravando sua depressão. Eventualmente, Jessica passa a ter problemas com alcoolismo e posteriormente vemos que foi estuprada por Bryce com consentimento de Justin, agora, seu namorado.

Reflexão: Não vale a pena, entrar em atrito com terceiros por causa de namorado(a), a confiança tem que estar 100% no parceiro, se não há confiança, não tem razão de ter um relacionamento. Além disso, podemos perceber claramente o efeito que o preconceito relacionado a boato é nocivo. As pessoas não querem ser vistas com outras que possam denegrir suas imagens, afinal “diga-me com quem andas, que eu te direi quem és” certo? Não... Errado!

A segunda fita é direcionada a Alex e Tyler
Fita 2 Lado A – Alex Standall


Alex era amigo de Hannah, assim como Jessica, ele elabora uma lista de “quem está com tudo e quem não está com nada”. Com isso, ela passou a ser objeto de desejo dos demais alunos. Aliado a fama que já tinha se instaurado, ela virou alvo de uma série de assédios sexuais.

Alex, interpretado por Miles Heizer, é um garoto bom, reprimido por ter um pai severo, só o responde com “Sim, Senhor”, ou “Não, Senhor”. Cometeu um erro ao fazer a lista para ser aceito pelos colegas, os induziu a pensar que tinha transado com Hannah, o que agravou ainda mais o slut-shaming e por isso está na lista.

Ele sabe que tem responsabilidade no que aconteceu e se posiciona de maneira interessante, enquanto os demais personagens querem calar o Clay, Alex quer que tudo venha à tona. Posteriormente, recebemos a notícia que Alex teria tentado suicídio. Teria mesmo ou seria a primeira vítima de Tyler? Um cliffhanger para uma eventual segunda temporada?

Reflexão: “Mas era só uma brincadeira. Certo, Alex? Acha que estou levando tudo muito a sério? Mas é o seguinte: você nunca foi uma garota.” (Hannah Barker).

Fita 2 Lado B – Tyler Down


Tyler é o fotógrafo do jornal do colégio, secretamente apaixonado por Hannah, sua passionalidade é tanta que ele invade a privacidade dela e a fotografa em seu quarto, deixando-a ainda mais tensa.

O personagem de Devin Druid é inseguro e, durante a série, demonstra ter ultrapassado o limite da paciência com o bulliyng sofrido chegando a comprar um verdadeiro arsenal, visivelmente ele planeja um atentado, talvez contra os colegas.

Ele está na lista devido ter divulgado fotos de Hanna em um momento íntimo com Courtney, agravando ainda mais a situação.

No Fim deste episódio, Clay se vinga por Hannah e divulga uma foto de Tyler nú.

Reflexão: Ao ver a situação de Tyler, podemos ter outra dimensão de onde pode chegar o bulliyng. Tyler em certo momento parece planejar um ataque. Compra armas no mercado negro e tem artilharia pesada guardada em seu quarto. Essa é outra reação possível nessas circunstâncias. Enquanto Hanna se suicidou, Tyler mataria seus colegas. Muita gente alega que quem sofre bulliyng fica de Mimimi, que todo mundo que passou por isso antigamente e ninguém morreu. Basta lembrar que antigamente um garoto mais “CDF” sofria por não ser chamado para o time de futebol, hoje, esses garotos apanham pelo simples fatos de serem mais “bobinhos” do que os demais. Garotas com “má fama” ficavam apenas no imaginário coletivo, hoje eles filmam, fotografam com intuito de se gabar e de destruir a garota. O bulliyng hoje é mais cruel.

A terceira fita é direcionada a Courtney e Marcus
Fita 3 Lado A – Courtney Crimsen


Courtney se vê exposta quando tem uma foto íntima sua com Hannah divulgada por Tyler, por isso decide se afastar, deixando a protagonista sozinha novamente, pois tinha medo do que pudessem pensar sobre o fato de ser homossexual. Além disso, ela espalha mais boatos Hannah, dizendo que havia sido convidada para um ménage e teria recusado o que destrói ainda mais a reputação da garota. E por esse motivo Courtney é citada nas fitas.

Courtney, interpretada por Michele Selene Ang, é manipuladora, faz qualquer coisa para manter sua popularidade, inclusive passar por cima de quem quer que seja ou denegrir a imagem de alguém, fingiu ser amiga de Hannah e por isso acabou a destruindo ainda mais.

Reflexão: Pessoas se preocupam tanto com sua imagem que não se importam de prejudicar outra pessoa para mantê-la, enfatizam mais o eu do que o nós, constroem relações superficiais e de curto prazo quando na verdade, as relações sadias são profundas e duradouras, são aquelas onde nossas máscaras caem e podemos mostrar nossa verdadeira face para outra pessoa. Relações interpessoais não podem ser descartáveis, não podemos usar pessoas e amar coisas, devemos usar coisas e amar pessoas. Não é o caso desta personagem...

Fita 3 Lado B – Marcus Cooley


O presidente do conselho de ética da escola, não é tão ético quanto se imagina. Ele convida Hannah para um encontro de Valentine’s day, ela aceita. Marcus demora mais de 1 hora para chegar, quando chega, traz todos os garotos populares da escola com ele. Senta-se com Hannah e tenta tocar intimamente a garota que reage de maneira brusca e defensiva. Ele a xinga e diz que pensava que ela era fácil e deixa o ambiente.

Marcus destruiu o resto de vontade que Hannah tinha de se relacionar com outras pessoas. Ele tem pose de bom moço, mas essa pose escondeu seu caráter egoísta e preconceituoso e por isso está nas fitas.

O personagem de Steven Silver tem traços de insegurança, por isso assedia Hannah, e tem necessidade de parecer boa pessoa constantemente, mas por trás dessa fachada, esconde um ser egoísta e preconceituoso.

Reflexão: A imbecilidade de alguém pode destruir uma pessoa.

A quarta fita é para Zach e Ryan
Fita 4 Lado A - Zach Dempsey


Zach foi gentil com Hannah após a investida de Marcus, mas foi “rejeitado” e acabou se voltando contra a garota. Isso revela um caráter vingativo e covarde. Durante a aula de comunicação pessoal, ele rouba os bilhetes de elogio que Hannah recebe, percebendo isso ela deixa em suas coisas, propositalmente, um bilhete para Zach, ele é a primeira pessoa que ela pede ajuda. Entretanto se acovarda, por não saber lidar com a situação e vira as costas pra ela. E por esse motivo está nas fitas.

O personagem de Ross Butler é o autêntico filhinho de mamãe, arrogante, vingativo, covarde e também é o melhor jogador do time de basquete da escola Liberty.

Fita 4 Lado B – Ryan Shaver


Ryan e o editor do jornal da escola, assim como Hannah, gosta de poesias, entretanto trai a confiança dela, utilizando seu poema mais profundo como matéria no jornal. O poema foi ridicularizado por todos os alunos da escola. Hannah acusa Ryan de destruir seu ultimo santuário: Seus pensamentos, e por isso está nas fitas.

Ryan, interpretado por Tommy Dorfman, pensa que sabe o que é melhor para os outros, sua opinião é sempre a certa e não está muito preocupado em magoar pessoas para manter suas posições. Invadiu a privacidade de Hannah, pois achava que todos precisavam ler suas palavras.

A quinta fita é para Justin (outra vez) e Sheri
Fita 5 Lado A - Justin Foley
Na quinta fita vemos a narração da fatídica festa na casa de Jessica, nesta festa ocorrem diversos fatos, o estupro de Jessica, Hannah fica com Clay, a morte de Jeff, o acidente com Sheri. Nesta fita vemos Hannah execrar Justin por permitir que Jessica seja estuprada pelo amigo.

Fita 5 Lado B – Sheri Holland


Sheri é uma boa garota que cometeu um erro, saindo da festa de Jessica, Sheri ofereceu carona a Hannah, durante o trajeto se descuidou e bateu o carro de seu pai quebrando uma placa de Pare, por não ter comunicado esse acidente à polícia, ocasionou indiretamente o acidente que matou Jeff, adicionando ainda mais peso aos ombros de Hannah e por isso está nas fitas.

A sexta fita é direcionada a Clay e Bryce
Fita 6 Lado A – Clay Jensen


Chegamos ao Co-protagonista da série. Clay Jensen recebe as fitas no início da temporada e durante a série vai ouvindo as fitas e descobrindo o que seus colegas fizeram. Ele é secretamente apaixonado por Hannah, perceptivelmente é o que mais sofre com sua ausência (fora os pais dela, obviamente). Quando descobre sobre Tyler fica revoltado e começa a arquitetar uma vingança contra todos, assim tira uma foto de Tyler nú e divulga aos colegas, traumatiza Courtney levando ela no túmulo de Hannah, consegue a confissão de Bryce. Não era para Tyler estar nas fitas, mas o desejo que Hannah tinha de que ele a conhecesse melhor e de explicar seu comportamento faz dele o 11º ouvinte.

O personagem de Dylan Minnette é um nerd, introvertido, com um grande coração, disposto a ajudar qualquer um que necessite, apaixonado por Hannah, faz tudo que estiver a seu alcance para alegra-la. No episódio de sua fita, descobrimos que ele consegue ficar com Hannah durante a festa de Jessica, mas os traumas que a protagonista tem são superiores ao afeto que ela sente por ele.

Depois de ouvir sua fita, Clay se sente culpado pela morte de Hannah, por não ter conseguido protege-la, não ter entendido que passava em sua cabeça, devido a isso chegou a cogitar a possibilidade de se matar, sendo dissuadido por Tony.

Reflexão: Olhando para o que acontece com Clay durante toda a série, podemos vislumbrar de maneira bem superficial o sentimento de impotência que toma conta de alguém enlutado, seus pais não notaram sua condição e por pouco não o perderam também. É importante passar por todas as fases do luto, mas é ainda mais importante passar por isso junto com a família.

Fita 6 Lado B – Bryce Walker


Bryce surge na série logo no primeiro episódio, espalhando para toda a escola a foto de Hannah, logo em seguida ele ganha um prêmio como o “melhor amigo de todos”, a “principal boa influência” da escola, mas na verdade ele não passa de um manipulador que gosta de manter pessoas sobre seu controle. Rico e influente exerce fortíssimo controle mental sobre Justin, mantendo neste ultimo um sentimento de falsa gratidão que o mantém inerte a todos os abusos cometidos por Bryce, em alguns aspectos se assemelha a uma lavagem cerebral.

Bryce estupra Jessica e também estupra Hannah durante uma festa em sua casa. Esse estupro faz com que ela decida optar pelo suicídio.

O Personagem de Justin Prentice é aquilo que a sociedade pode fabricar de pior, machista, falso, misógino, manipulador, arrogante. Estuprou Jessica e Hannah simplesmente por se sentir superior aos outros e achar que tem mais direitos que os demais.

Reflexão: A existência de pessoas como Bryce justificam a existência do Feminismo. Esse tipo de animal (sim, porque não podemos considerar homem um ser como este) tem que ser combatido com veemência. Não se trata de ter mais direitos ou menos direitos que o sexo oposto, trata-se de exigência de um respeito que teria que teria que ser concedido naturalmente.

A sétima fita é direcionada ao Mr Porter e  Bryce (outra vez)
Fita 7 Lado A – Mr. Porter


A última pessoa citada nas fitas é o Mr. Porter, interpretado por Derek Luke. Ele está nas fitas, pois foi incapaz de ajudar Hannah, ele foi a ultima esperança que ela tinha de se manter viva. Hannah deu a entender que manteve uma relação sexual não consensual com um dos alunos. Porter não teve empatia, a mandou esquecer e seguir a vida. Foi à gota d’agua para Hannah.

Reflexão: Empatia, a capacidade humana de se colocar no lugar do outro. Não raramente somos impelidos a ser empáticos, seja com objetos, seja com pessoas, entretanto quando o assunto é Adolescentes, geralmente viramos o nariz e frequentemente ouvimos frases como essas: “Qual o problema do adolescente? Comer e dormir?” ou “Adolescente precisa parar de olhar o próprio umbigo”, ou “Adolescentes acham que estão no centro do mundo”, ou ainda “Deixem os adolescentes crescerem para eles saberem o que é problema de verdade”. Assim, não nos colocamos no lugar deles. Obviamente não devemos superestimar seus problemas, mas não podemos subestima-los também. Temos que respeita-los e ouvi-los com empatia para que não existam, ou sejam minimizadas as existências de outra Hannahs por aí...

Fita 7 Lado B – Bryce Walker (outra
O lado B da fita 7 não foi gravado por Hannah, mas sim por Clay. Em sua jornada por justiça ele vai a casa de Bryce e consegue a confissão após tomar uma grande surra do estuprador. Clay, que estava com seu gravador escondido, sai da casa do vilão vibrando sua conquista.

Outros personagens
Há outros personagens que devem ser citados neste review por serem extremamente importantes para a série, mas não aparecem em nenhuma fita. São Eles:

Tony: Interpretado por Christian Navarro. Tony é responsável por dar prosseguimento ao plano de Hannah de fazerem os envolvidos escutar as fitas. Apoiou Clay durante todo o período e no fim, entregou as gravações para a mãe de Hannah incluir no processo que ela moveu contra a escola

Sra. Barker: A mãe de Hannah, interpretada magistralmente por Kate Walsh, nos fez sentir a dor de perder um filho, o vazio que fica, a falta de chão, ta tudo ali... Ela move uma ação contra a escola Liberty e é ajudada por Tony que entrega a ela as gravações da protagonista. 

Sr. Barker: Brian d’Arcy James deu vida a um pai enlutado que está tentando seguir com sua vida em meio a turbulência causada pela morte da filha. Dono de uma farmácia que passa por problemas financeiros, Sr. Barker é responsável por manter a sanidade da esposa em meio ao luto.

Sra Jensen: A mãe de Clay se preocupa com o filho, mas não consegue estabelecer um diálogo com ele, achando que o que ele precisa é medicamento e psicólogo. Somente quando ela assume a defesa da escola Liberty contra o processo da Sra Barker é que ela começa a entender o que se passa com Clay, conseguindo apoiar o filho.



O assunto abordado por 13 reason why é atual, é pertinente e merece nossa atenção. Não só por conta do Bulliyng, mas a ideia de ter imagens íntimas compartilhadas com várias pessoas coloca em situações extremas. Tivemos um caso muito noticiado no Brasil em 2013 onde uma garota tirou a própria vida após ter seu vídeo íntimo vazado na internet. Um adolescente, por não ter a maturidade necessária (e muitos adultos também não), pode não conseguir lidar com isso. Precisará de todo apoio que puder ter. Um ambiente livre de críticas e onde ela não se sinta “mais” um problema.

Bulliyng é um problema que só se resolve com educação, não a da escola, a de casa. Isso precisa ser combatido e coibido principalmente pelos pais. Eu tenho duas filhas, preciso prestar atenção na educação que dou a elas para que elas não sejam opressoras e me atentar a seus comportamentos, para que elas não sejam as oprimidas.

Que esse relevante tema sempre seja trazido à baila e que a conscientização faça com que outras Hannahs não sejam encontradas por aí...






Raphael

Raphael

Sou marido, pai, filho, pensador, psicologo (não por formação, mas por maioria de votos), NERD (e tenho orgulho disso), curto animes, mangás, HQs, séries, filmes, livros, vídeo-games, enfim, Nerd com "N" maiúsculo, curto heavy metal, power metal, metal progressivo. Sou cristão protestante e fé é questão de foro íntimo, respeite isso. Meus blogs são: vossavateologia.blogspot.com.br www.debatenerd.com.br

Um comentário:

  1. Ótima matéria!! Me levou a conhecer e entender bem a serie mesmo sem vê-la, e apresentou bem seu ponto de vista referente a trama e os temas abordados. Well done!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.