Últimas Notícias
recent

Vingadores 3 Guerra Infinita - Um filme de emoções infinitas - Crítica sem Spoiler


Por: Hélder Miranda- Certo, vamos lá... hora de falar sobre o filme mais aguardado do ano (não consigo, estou sem palavras... coragem homem). Muitos viveram para vislumbrar tamanha maravilha, sinceramente, felicidade não completa os tantos elogios que a produção merece, o cuidado estabelecido pelos irmãos "Russo," é simplesmente incomparável a qualquer outra obra já feita até o momento, principalmente quando detalhamos o universo dos heróis nos cinemas (claramente por completo), mas formando uma opinião firme e certamente sólida, particularmente, posso dizer que... "Também vivi para ver isto," em outras palavras... Foi emoção pura. Agora deixando de lado, todas as questões referentes a fã, vários pontos merecem ser discutidos, dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises da "Crítica," sem mais delongas então, bora lá.


Num todo, poucos elementos usados, foram de má serventia, a produção milionária seguiu uma base certeira, que resultou em um grande projeto (incrível e bastante engenhoso). O enredo por si só, revela e não revela várias situações promissoras (como se o longa tivesse dando uma certeza, quando que na verdade... é completamente o oposto), no decorrer das cenas, tudo acaba se encaixando, provando que o filme é uma imensa engrenagem. Mesmo com algumas piadas sendo introduzidas (sim elas estão lá), este novo longa da "Marvel," não apresenta a deficiência apontada por muitos em filmes anteriores, sem falar quê... sabemos muito bem, o quanto esse elemento pode custar caro (piada da capa, você está aí??) sendo assim, a equipe responsável pelo projeto, tratou de calibrar bem, a dosagem correta. Um problema que pode se materializar pra alguns (não todos... como é no meu caso), fica sendo, justamente o tempo distribuído em tela, depois de pensar bastante sobre o assunto, cheguei a uma definitiva conclusão... É apenas uma perspetiva individual (como assim Hélder, não entendi??) Simples... pra muitos, o tempo de tela será um baita problema, pois, basicamente, o filme se divide em dois (um time no espaço, e outro na terra), quando estamos acompanhando tal cena com tal personagem, de repente o ponto de vista parte para outros heróis (e por assim vai), porém, como muitos outros espectadores já sabem e entendem, são vários personagens em um filme só, é completamente impossível fornecer tamanho tempo de tela, apenas para um específico.


Realmente houve pequenos problemas... Nos trailers, os filhos de Thanos (Ordem Negra), pareciam possuir um tremendo papel no longa (e assim aconteceu), só quê... O desenvolvimento em cima dos personagens, não ocorreu exatamente como imaginávamos (bom, pelo menos não pra mim). Com o passar das cenas, a importância de cada um (em destaque dois deles), parecia diminuir cada vez mais, a triste lógica terminou chegando de uma forma bem sacana e boba (vale dizer, que apenas dois deles, foram prejudicados com escolhas fracas e desapontantes), deixando a bela obra, acompanhada de pequenos fragmentos de erros simples. Outro ponto que também desaponta (mas uma vez... Pode variar pra cada pessoa), é a solução sobre a joia da "Alma," depois de muitas teorias e quebra de cabeças, a verdade revelada, não impressiona, mesmo sendo algo extremamente forte emocionante (a cena em particular é fantástica), como surpresa, não convence, então... Se alguns pensavam em uma tremenda reviravolta, acalmem-se, pois não é pra tanto.



Ação, o que dizer sobre... Tudo está exatamente como deveria. Para um filme de tamanhas proporções, todas as cenas de batalhas funcionam perfeitamente, se tratando de soluções no roteiro, é uma mais incrível do que a outra, "Guerra Infinita" entrega tudo... Quando achamos que faltam momentos impactantes (sejam eles, em todos os quesitos), a produção nos mostra que tudo apresentado até ali, na verdade não foi nada, apenas aperitivos iniciais, emoção... pela primeira vez, vocês saberão o verdadeiro significado desta palavra (anotem).

Agora que tudo isso foi dito, não posso simplesmente dar as costas e dizer tchau, primeiro devo agradecer, por todo trabalho feito pela equipe do longa, não só deste específico filme, claro que não, mas sim, por todas as direções, opiniões, criações e inovações formadas por todos esses gênios do studios, é sério, 10 anos (nossa como o tempo voa), com certeza, está será uma das histórias que os meus filhos terão que escutar, motivos?? Simples, muito simples mesmo, os quadrinhos ganharam vida, e nas telas, eles completaram uma década  (querem mais ou acham pouco??) Em outras palavras meus amigos... Marvel, você é... concluam.

Essa Crítica não seria nada, se o lugar para ele estivesse vazio. O filme é de Thanos, não existem argumentos que possam ser colocados para contestar tal afirmação, o antagonista do longa, brilha em um alto esplendor (não me refiro as suas joias), que ofusca completamente, seus parceiros de tela, ideais, motivações, poderes, tudo é muito bem balanceado, o personagem chegou para poder consolidar seu lugar por direito, que é... O topo. Ele é titã, é poderoso, um deus sobre os homens e outras diversas raças, ELE É THANOS.


E é isso pessoal, Guerra Infinita nos dá uma boa lição, de que inovar nunca é um problema, principalmente quando se tem inovações arquitetadas na mente (parece idiota mais reflitam), e sobre tal questão, a Marvel tem de sobra, não é mesmo?? ao menos é o que parece, sendo assim, por essas e outras a nota de Vingadores Guerra Infinita ééééé.... ( 00/04 ) ÓTIMO... Mesmo com tamanha perfeição, o longa apresenta algumas falhas sobre seus vilões (ordem negra), o que acaba tirando uma bela ideia de cena, porém, no geral, caramba... perfeição.


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.