Últimas Notícias
recent

Nanatsu no Taizai Capítulo 267 e 268 Review

Por: Hélder Miranda: Além de muitos capítulos bem executados (durante um certo período), o autor de Nanatsu, nos presenteou está semana, com conteúdos duplos. Como se já não fosse o bastante, na segunda parte da breve história, Ban, o pecado da ganância, finalmente voltou a aparecer na obra, pra quem se não lembra (devido ao tempo), o personagem ficou alguns capítulos sem dar as caras, atualmente, ele tenta encontrar as emoções de seu capitão (Meliodas). Por outro lado, temos o desenrolar da tão temida guerra santa, após ser sequestrada pelo mandamento Estarossa, Elizabeth fica encurralada. Tendo isso como base, as perguntas que devem ser respondidas são... Ban se tornou over power?? Elizabeth fugirá sozinha?? Teorias serão formadas nessa review?? veremos meus caros. E dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do capítulo, sem mais delongas então, bora lá.

Começando claro... Com Elizabeth (não Hélder, tá errado, fale primeiro sobre o Ban), caso algum de vocês, que nesse momento está lendo minhas análises, pensa da maneira citada acima (sim, estou falando com você mesmo... Não acredita?? Então olhe pra trás), voltando... esperem um segundo (se o segundo passar, aguardem o próximo). No final do capítulo anterior, a princesa Elizabeth terminou sendo sequestrada por Estarossa, alguns de seus amigos mais fiéis, imediatamente começaram a providenciar seu salvamento, no entanto, a guerra não será paralisada devido a um único problema, sendo assim, uma pequena união provisória é formada para realizar o contra ataque. Se tratando das decisões dos cavaleiros, o foco fornecido a eles, basicamente se resume a isso, mas agora, é o momento de responder uma das perguntas escritas por mim lá no início. Afinal, Elizabeth será salva, ou se salvará?? De prima, particularmente estou achando que ocorrerá uma junção de dois elementos, exemplos... Haverá a chegada clichê, porém, antes de ser derrotado definitivamente, Estarossa usará os mandamentos ao extremo (então acontecerá a utilização do segundo elemento... Elizabeth curandeira). A princesa deixará as diferenças/tentativas de morte, de lado, e salvará o irmão mais novo de seu amado Meliodas (mas antes de encerrarmos este assunto, vale dizer aquelas palavrinhas mágicas... Tais argumentos não passam de teoria, não estou confirmando nada, muito menos prevendo, certo?? Beleza).

Um ponto que ficou bem destacado no capítulo, é o tamanho de poder que os mandamentos contém, caso o receptáculo não tenha forças suficientes para poder suportar tanta quantidade de energia, o resultado será justamente o que foi mostrado, em outras palavras... Tal pessoa acabará como Estarossa. Diferente do irmão mais novo, Meliodas prova o porque de ter sido escolhido por seu pai, pelo que é apresentado em um dos diálogos do capítulo, Zeldris menciona quê... Mesmo que o procedimento venha a demorar, até certo ponto, o corpo de Meliodas reagi perfeitamente, sendo 100% capaz, de obter os poderes.

Agora sim, hora de finalmente falarmos um pouco sobre ele (um pouco não Hélder, fale bastante). Pela primeira vez, vimos como tem sido os dias (ou melhor dizendo), séculos, décadas (caramba, o que uma pessoa fez durante todo esse tempo). Ban está exatamente como muitos previam (over power??) Não (ainda fraco??) Bom, também não, vocês irão entender. As aventuras do pecado, basicamente foram... lutas contra um imenso dragão, quanto mais ele procurava pelas emoções de Meliodas, mas combates apareciam em sua frente (vale dizer, que sempre era o dragão). Com o passar do tempo, a criatura acabou se apegando ao pecado, criando um tipo de ligação, as lutas que eram constantes, logo se tornaram sua paz e tranquilidade, então quando Ban demonstrou uma pequena inquietação, seus desejos foram realizados, o primeiro e talvez o mais importante, foi ter reencontrando seu melhor amigo (emoções de Meliodas), o dragão, na verdade, acabou sendo meio que um teste para ele (apenas estou supondo), e agora fica a questão, como será a sua volta?? Tal pergunta se encaixa perfeitamente com a nossa próxima pontuação.

Ele está forte ou não??? Olha, sinceramente, não tenho muito o que confirmar, novamente irei especular algumas possibilidades, beleza?? Então vamos lá. Primeiramente, pelo tempo apresentado, diria quê... Caso ele tenha uma força monstruosa ou qualquer outro tipo de habilidade, só os próximos capítulos dirão, o que muitos poderiam usar para debater, seria a sua luta contra o dragão/ emoções de Meliodas, porém, não acho que, se o autor estivesse guardando algo grandioso, ele executaria naquele instante, no desenrolar, o sensei poderia talvez utilizar como saída de roteiro, mencionando que Ban só não usou suas forças ali, por causa do tempo da batalha (pra poder simplificar... o que estou querendo dizer é... Vários anos dando tudo de si, pra nada acontecer, então, não tem necessidade de ficar insistindo no mesmo sempre). Acredito que os acontecimentos futuros irão surpreender boa parte do público, tal afirmação fica cada vez mais forte, quando penso nesses últimos capítulos fornecidos, já elogiei bastante as performances do sensei, e não canso de dizer o quanto seu trabalho tem sido bem feito, caso continue com essa pegada, garanto momentos épicos na trama.

E é isso pessoal, se gostaram da review e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, dito isto, até a próxima.

Link:http://cdmnet.com.br/titulos/seven-deadly-sins/manga/ler-online-completo/268 (o primeiro capítulo é 267)


Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.