Últimas Notícias
recent

Nanatsu no Taizai Capítulo 271 Review

Por: Hélder Miranda- Novas informações foram reveladas sobre o passado de Meliodas e de seu irmão mais novo (Zeldris). Mesmo que já saibamos um pouco da história do capitão dos sete pecados capitais, este novo capítulo, trouxe pequenas questões que até então, ainda não tinham sido abordadas. Vale dizer, que ambientação atual dos eventos de "Nanatsu no Taizai", mostra Ban e Meliodas juntos tentando fugir do purgatório, ambos querem voltar para o mundo real, mas pra poderem realizar tal objetivo, primeiro eles terão que passar pelo rei dos demônios (pai de Meliodas), será que os dois pecados conseguem?? Lembrando que o capitão não possui poder algum (se este não é o melhor momento pra que Ban use seus poderes aprimorados, então... Ou ele tá over, ou contínua abaixo do esperado). Dito isto, vamos parar de enrolação e começar de vez as análises do episódio, sem mais delongas então, bora lá.

A primeira informação que o capítulo nos oferece logo de cara, é a inesperada aparição do irmão mais velho de Hawk (isso mesmo, o porquinho tem família no purgatório), o bacana da introdução do personagem, é que o autor pensou justamente no papel em que ele poderia desempenhar perfeitamente, não sendo apenas um elemento jogado, mas sim, um fator importante para o andamento do enredo. Antes de sacarem o que estava rolando ali, os dois pecados ouvem a história de vida do porco, sobre a conversa... Ele conta que a muito tempo atrás, o rei dos demônios levou seu irmão mais novo, e fez com que ele fosse mandado para o outro mundo (mundo real), depois disso, o reencontro entre eles, ficou cada vez mais distante (vale destacar, que o nome verdadeiro de Hawk é Mild). Quando finalmente Meliodas percebeu as semelhanças entre os dois seres, ele afirma que de fato, o irmão de seu anfitrião se encontra no outro mundo (meio que tranquilizando o novo personagem). Fora dali, o porco leva ambos forasteiros até sua casa, lá eles conversam um pouco mais, pra que o irmão distante saiba detalhes da vida de seu pequenino, ao prosseguirem com o diálogo, Meliodas também desperta o seu lado sentimental, pensando em seu irmão caçula (claro que o lado citado por mim, trata-se de um modo de falar).

Se particularmente falando, minha opinião positiva a respeito do mandamento Zeldris era grande, neste exato momento, o nível de absurdo subiu consideravelmente, pois os detalhes apresentados no capítulo, trouxe questões que faz o irmão mais novo de Meliodas, crescer em modo de desenvolvimento. Quem lembra das palavras usadas por Meliodas para chantagear seu irmão em um dos conteúdos anteriores?? (Caso alguém tenha pensando na resposta "eu," sinto-lhe dizer, mas você é um mentiroso, Meliodas nunca revelou tais palavras para o público, ele só destacou o necessário... Agora, caso minhas lembranças estejam erradas, respondam nos comentários). Voltando a falar das explicações do pecado... O passado de Meliodas com Zeldris, não é tão diferente de uma história comum entre irmãos, basicamente, Zeldris sempre foi o caçula que tinha tremendo orgulho e respeito de seu protetor, Meliodas além de irmão, também adquiriu o posto de mentor, ensinado os conceitos básicos para Zeldris, no entanto, o capitão conta que seu irmão lutava por outros objetivos maiores, e depois que ele (juntamente de Elizabeth), iniciaram a guerra santa, o objetivo de Zeldris... Ou melhor dizendo, a pessoa querida para Zeldris, terminou sofrendo por causa do início das batalhas (não entenderam?? Irei aprofundar). O clã que compartilhava acordos com os demônios, era nada mais do que os próprios vampiros, mas logo em seguida, quando eles descobriram a traição de Meliodas, a tentativa de se rebelarem foi inevitável, porém, como castigo, Zeldris foi mandado para aniquilar a todos (mas Hélder, a culpa não é do Meliodas, eles que fizeram besteira, não??) Bom, por alguns ângulos podemos dizer que sim, mas, imaginem só... A partir do momento, em que todos viram uma traição do próprio filho, muitos acharam que eles também poderiam se rebelar, ou em outras palavras, serem livres, não lutar feito escravos dos demônios (Sim, acredito que nem todos queriam participar da rebelião). Então, pra Zeldris, fica difícil ver que seu irmão traiu a própria família e iniciou algo que destruiu sua amada (ainda acho que Zeldris será um mocinho).

No final do capítulo, vimos que os três chegaram no lugar destinado, só quê... E agora?? Como eles irão vencer?? Bom, vou compartilhar uma teoria minha. Sinceramente, acredito que está luta possa ter dois desfechos, e um deles é... As novas habilidades de Ban, até porque,  sabemos que o pecado já ficou bastante tempo preso, sendo assim, não seria espantoso, ver que ele possui novas técnicas de batalha, no entanto, acredito que tal questão não será o foco do clímax (pode acontecer), mas... É o irmão de Hawk que resolverá a parada (ficou maluco Hélder??) Bom, espero que não, apenas estou expandindo os possíveis acontecimentos, e em um deles, o irmão mais velho será o grande trunfo da jogada, porquê?? Caso vocês não tenham percebido, o porco já enfrentou o rei dos demônios várias vezes (tudo bem que não venceu), mas se tratando de teoria, caramba, ele deve ter muita resistência em seu corpo. Como palavra final, na minha opinião ele irá se sacrificar, só para que os dois pecados voltem (não acho que ele deva morrer, apenas continuar no purgatório), antes de qualquer coisa, vale dizer que não estou confirmando nada, beleza?? Certo. Última informação... Porque será, que nem Meliodas e nem o rei consegue lembrar de Estarossa?? Vamos aguardar.

E é isso pessoal, se gostaram da Review e querem ver outras aqui mesmo no Debate, basta conferir nas nossas listas, dito isto, até a próxima.

Link:http://cdmnet.com.br/titulos/seven-deadly-sins/manga/ler-online-completo/271



Hélder Miranda

Hélder Miranda

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.