Últimas Notícias
recent

Debate Nerd Ciência #36 - O homem esteve mesmo na Lua?


Olá, olá Nerds! Quase 50 anos após o pouso da Apollo 11, muitos ainda duvidam que o homem esteve na lua. Há muita teoria da conspiração e vários argumentos que podem colocar uma ponta de dúvida nos mais desavisados. Justificativas como a radiação no cinturão de Van Allen, ausência de propulsão do módulo lunar, as sombras projetadas e até o argumento que tudo foi feito em Hollywood com direção de Stanley Kubrick ja foram largamente utilizados por aqueles que tentam difundir que a viagem do homem a lua é uma fraude. Mas afinal, o homem foi ou não à Lua? Abaixo vou listar 4 argumentos conspiracionistas e, logo em seguida, a refutação do argumento.

Argumento 1 - Propulsão
Inexistência de indícios de que o módulo lunar tenha pousado na Lua. Seria necessário um propulsor para diminuir o impacto do pouso da Apollo 11, ja que o veículo tinha 17 toneladas. Entretanto não aparece nas filmagens qualquer queimadura não chão lunar, nem há marcas ou algo do tipo na região.


Refutando:
Segundo o físico Ronilson Pinheiro da Silva, em sua dissertação de mestrado (link no final) "a combustão da mistura de hidrazina e tetróxido de nitrogênio produz uma substância incolor. Como não havia ar em volta da nave, os gases espalharam-se rapidamente. Ou seja, nada de chamas visíveis. O mesmo vale para a ausência de crateras. Como não há ar, a parte do solo atingida pelos gases não se dispersou. A gravidade menor exige menos energia para a decolagem”. Além disso, segundo a Nasa, o solo lunar é feito de rocha sólida, ou seja, a formação de crateras não seria possível.

Argumento 2 - Camera Lenta, Cabos de sustentação e Stanley Kubrick
Segundo os conspiracionistas, os videos foram gravados em câmera lenta, se rodar o vídeo 2,5x mais rápido, a movimentação será semelhante à que vemos na Terra. Os longos saltos podem ser justificados com cabos que içaram os astronautas. Além disso, a gravação teria sido dirigida pelo cineasta Stanley Kubrick.


Refutando:
Tudo bem, vamos partir do pressuposto que foi tudo gravado em câmera lenta. Ficará uma pergunta: como o vídeo foi editado? Em 1969 seria impossível editar um vídeo de mais de 2 horas diretas sem que a edição ficasse evidente. Desafio a qualquer um assistir ao vídeo e mostrar os cortes (afinal de contas, nenhum ator é tão perfeito que não erre uma cena sequer). Quanto a direção de Stanley Kubrick, que é fantástico alias, compare as filmagens de "2001: Uma Odisséia no espaço" que é de 1968, com as filmagens da Nasa que vocês perceberão que não havia tecnologia "cinematográfica" para reproduzir o espaço com tanta fidelidade, mesmo para um gênio como Kubrick.

Argumento 3 - As Sombras na Lua
A Lua tem apenas uma fonte de luz: O Sol! Então todas as sombras deveriam estar em paralelo, mas o que se vê são sombras com ângulos diversos. Lembrando que a Lua não tem atmosfera para difundir a luz, ou seja, não há índice de refração.


Refutando:
Havia fontes secundárias: O Flash da Câmera, a reflexão da luz solar na nave e nos visores além do Regolito! O Regolito é uma mistura de minerais que reflete a luz, é esta mistura que permite que vejamos a lua de maneira tão clara durante nossas noites. O Mythbuster ja refutou este argumento em seu vídeo sobre a viagem do homem à lua, vale a pena dar uma conferida.

Argumento 4 - A Radiação do cinturão de Van Allen
O Cinturão de Van Allen é uma região onde acontecem diversos fenômenos atmosféricos por conta de partículas no campo magnético terrestre. A quantidade de radiação é fatal para qualquer um que tentasse atravessar, ou seja, nenhuma nave poderia ter atravessado o cinturão sem sofrer as consequências, ou seja, morte dos astronautas.


Refutando:
A Radiação do cinturão de Van Halen é bem mais fraca nas regiões polares e proximas aos polos, sendo esse o caminho percorrido pelos astronautas, além disso, a passagem é feita em alta velocidade justamente para diminuir o tempo de exposição à radiação. Somando esses dois fatores, mais a fuselagem da aeronave, mais as roupas protetoras dos astronautas, a quantidade de radiação a que foram expostos é semelhante a de um Raio X

O homem foi à lua, Neil Armstrong foi o primeiro a pisar em nosso satélite natural. As refutações acima não são para convencer o conspiracionista que o homem foi à Lua, esses não vão se convencer mesmo se eles mesmos forem levados até lá. Esse texto é para tirar a dúvida de você que se deparou com os argumentos deles e colocou sua posição em xeque. Saiba que isso é muito natural e faz parte do processo de aprendizagem, é assim que se faz ciência.

Se mesmo com as refutações acima você ainda possuir dúvidas, por favor não deixe de registrar aqui embaixo e em nossos perfis no instagram e facebook que farei uma parte 2


Links
Raphael

Raphael

Sou marido, pai, filho, pensador, psicologo (não por formação, mas por maioria de votos), NERD (e tenho orgulho disso), curto animes, mangás, HQs, séries, filmes, livros, vídeo-games, enfim, Nerd com "N" maiúsculo, curto heavy metal, power metal, metal progressivo. Sou cristão protestante e fé é questão de foro íntimo, respeite isso. Meus blogs são: vossavateologia.blogspot.com.br www.debatenerd.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.